elvis presley
O astro norte-americano Elvis Presley (FOTO: Reprodução)

Priscilla Presley ex-esposa de Elvis Presley divulgou um comunicado após a trágica morte de seu neto Benjamin Keough, 27, que morreu após cometer um suicídio com arma de fogo na semana passada.

“Estes são alguns dos dias mais sombrios da vida da minha família. O choque de perder Ben foi devastador. Tentar juntar todas as peças de todos os porquês possíveis penetrou em minha alma. Todo dia que acordo, rezo para que melhore. Então, penso na minha filha [Lisa Marie Presely] e na dor pela qual ela passa por ser uma mãe amorosa. O pai de Ben, Danny, está completamente perdido, pois Ben era seu único filho. Riley, tão amoroso e tão próximo dele; Harper e Finley, que absolutamente adoravam Ben. Navarone, que luta profundamente com a perda e a morte. Descanse em paz Ben, você era amado”, escreveu Priscilla em sua página no Facebook. A irmã de Ben, Riley, também escreveu um tributo emocionante há alguns dias.

Na terça-feira (14), a polícia revelou que a morte foi causada por suicídio com uso de uma espingarda. Assim como o avô Elvis Presley, Ben também era músico e em 2009 chegou a fechar um contrato de US$ 5 milhões com uma gravadora. Ele foi uma pessoa bem discreta no decorrer dos anos, não sendo muito presente nem nas redes sociais. Uma das últimas vezes que o artista foi visto com a família foi nos 40 anos do falecimento de Elvis, em 2017, durante uma vigília em Graceland, a casa do astro. Fontes apontam que o herdeiro dos Presley não sabia lidar com o peso do nome da família e que nos últimos tempos vinha tendo problemas com depressão e drogas.

VEJA TAMBÉM: Valesca Popozuda fala sobre assédio no Carnaval

Suicídio

O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero.

Todos os anos, cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio no mundo, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde). No Brasil, uma pessoa morre por suicídio a cada hora, enquanto outras três tentaram se matar sem sucesso no mesmo período.

O assunto é tão complexo que muitas pessoas evitam falar a respeito, o que nem sempre é a melhor decisão. Um problema dessa magnitude não pode ser negligenciado, pois sabe-se que o suicídio pode ser prevenido. Uma comunicação correta, responsável e ética é uma ferramenta importante para evitar o efeito contágio.

Centro de Valorização da Vida

Uma das entidades que ajuda pessoas com pensamentos tristes e depressivos é o Centro de Valorização da Vida, o CVV. A organização existe há anos graças ao trabalho voluntário de centenas de pessoas. O atendimento é gratuito e pode ser feito por telefone e internet. O telefone que tem cobertura para todo Brasil é 188.