ludmilla
A cantora fluminense Ludmilla (FOTO: Reprodução)

Morador de Volta Redonda, o advogado Diego Barcellos, de 30 anos, disse, em entrevista para a colunista Fábia Oliveira do jornal O Dia, que era um grande fã de Ludmilla desde que a cantora se apresentava como MC Beyoncé. A admiração virou pó, conforme revela a coluna, após um encontro com a artista, promovido pela equipe de produção da funkeira, em um parque de diversão na semana passada, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Diego alega que foi maltratado e humilhado pela intérprete de ‘Rainha das Favelas’, relata a reportagem.

Diego Barcellos e Ludmilla (Foto: Reprodução)

Diego disse durante a entrevista que participou de um concurso com o objetivo de escolher um fã para passar um dia no parque com a Ludmilla. As 40 pessoas que fizessem os maiores números de execuções da música ‘Rainha das Favelas’ nas plataformas digitais seriam as vencedoras.

“Fiz 13.500 plays e fui selecionado. Tive as passagens de ônibus pagas, hospedagem do hotel por uma noite paga e também fiz testes para a Covid-19. Cheguei na rodoviária às 10h, mas eu e outros fãs tivemos que esperar o transporte em um posto ao lado da Novo Rio, que nos levaria ao parque, até às 14h. Chegamos lá às 15h e até tínhamos água, pipoca, cachorros-quentes, refrigerantes e abadás disponíveis, mas tudo isso só seria liberado depois que Ludmilla chegasse. Ou seja: tudo já começou bem errado”, admite o rapaz.

De acordo com Diego, Ludmilla chegou meia hora depois que uma equipe de televisão apareceu para gravar o encontro da cantora com os fãs por volta das 18h.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

“Foi decepcionante porque ela só era simpática e interagia quando as câmeras estavam por perto. Durante as gravações, tivemos nossos telefones confiscados. Ok. Mas quando acabou tudo, por volta das 20h, nós estávamos indo embora e no caminho da van que iria levar os fãs para hotel, eu vi a Ludmilla com a mãe, Silvana. Cheguei, pedi uma foto, mas ela disse que não podia: ‘se eu tirar com você, eu tenho que tirar com todos’. Fiquei chateado e fui fazer um registro para colocar nos stories com ela no fundo. Ela viu e mandou o segurança me interpelar e o rapaz veio de uma forma bem agressiva. Foi uma cena muito chata”, conta.

A coluna informa que procurou a assessoria de imprensa da cantora Ludmilla, que questionou a importância da matéria e achou desnecessária a publicação.