Ex-marido de Britney Spears emite comunicado após documentário polêmico

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kevin Federline, ex-marido de Britney Spears, decidiu se pronunciar sobre a tutela da cantora após o lançamento do polêmico documentário ‘Framing Britney Spears’, que foi ao ar na última sexta-feira (5).

O documentário do The New York Times retrata os bastidores da tutela da estrela pop. Nos últimos 13 anos, a artista vive uma série de restrições impostas pelo próprio pai, Jamie Spears, que é quem controla sua carreira, finanças e cuidados médicos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Através de seu advogado, Kevin Federline enviou uma declaração para o E! News, na qual elogia Jodi Montgomery, a tutora temporária de Britney Spears.

(FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

“Kevin não tem nenhum envolvimento em relação a Britney e seus advogados pedindo para remover Jamie Spears do cargo de tutor. Ele ficou de fora das questões da tutela. Ele acha que Jodi Montgomery fez um trabalho admirável e não tem outra posição a declarar em relação à tutela”, disse o advogado de Kevin.

Jodi Montgmomery assumiu a tutela temporária da cantora em setembro de 2019, depois que Jamie sofreu um problema de saúde.

Foi depois disso que Britney iniciou a batalha legal contra o retorno do pai, alegando ter medo dele. Em agosto de 2020, os advogados da estrela pediram que Jodi continuasse como tutora dela e nomeasse a empresa Bessemer Trust Company como tutora de seus bens.

Mas, em novembro de do ano passado, a Justiça decidiu manter Jamie como co-tutor de Britney, junto com a Bessemer Trust Company. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio