A cantora norte-americana Hayley Williams (FOTO: Reproduçao)

Hayley Williams usou o Twitter para se pronunciar sobre um ex-membro do Paramore que nutre crenças anti-LGBTQI +.

Em uma série de Tweets compartilhados hoje cedo, Hayley escreveu: “Há uma razão para que haja apenas 3 pessoas no Paramore. Surpresa, odiadores, não é por minha causa.”

Ela continuou: “Paramore não tolera crenças religiosamente / politicamente dogmáticas que deixam nossos amigos, fãs e família LGBTQ + abandonados e sem esperança.”

Williams não especificou de qual membro anterior do Paramore ela estava falando. Porém, os fãs rapidamente concluíram que os tweets foram estimulados por um comentário homofóbico do ex-guitarrista Josh Farro, que deixou a banda em 2011.

Uma captura de tela de um comentário no Facebook supostamente feito por Josh Farro está circulando no Twitter, no qual ele compara a homossexualidade com a pedofilia.

VEJA TAMBÉM: Atriz? Celine Dion irá estrelar filme ao lado de esposa de Nick Jonas

Devemos aceitar que a pedofilia é uma preferência sexual” – primeiro orador. Não, não devemos. Não é uma preferência, é uma perversão como a homossexualidade. “Estamos falando sobre orientação sexual, algo que simplesmente não podemos mudar”, segundo palestrante. Também conhecido como aceitar a pedofilia como normal. Esta é uma tática sutil para fazer lavagem cerebral nas pessoas até um estado de tolerância. Depois, da tolerância à aceitação.”

Williams continuou, “você sabe, se isso não combina com você, bem, fique à vontade para ir para onde todos os membros anteriores do Paramore foram, o que é literalmente qualquer outro lugar menos Paramore. Para a família LGBTQ + do Paramore, você está cheio de amor e é amado.