freddie mercury
O astro de origem zanzibense Freddie Mercury (FOTO: Reprodução)

Freddie Mercury se apaixonou por Mary Austin, que tinha apenas 19 anos e conseguiu convence-la a ir a um encontro com um então completo desconhecido.

Os dois ficaram noivos, mas o astro nunca mencionou casamento, o que fez ela achar que ele estivesse saindo com outras mulheres. Então, Freddie resolveu conta-la que era bissexual.

VEJA TAMBÉM: Os Beatles ajudaram Caetano Veloso quando ele foi preso na ditadura

Ela disse em entrevista para o jornal Daily Mail: “Jamais esquecerei aquele momento. Lembro-me de dizer a ele que eu não acho que ele fosse bissexual, mas sim gay”.

“Se ele não tivesse sido um ser humano tão decente e me dissesse, eu não estaria aqui”, continuou. “Se ele tivesse continuado vivendo uma vida bissexual sem me contar, eu poderia ter contraído AIDS e morrido”

Certa vez, o vocalista do Queen chegou a confessar: “Todos os meus namorados me perguntaram por que não puderam substituir Mary, mas é simplesmente impossível”.

Freddie Mercury morreu em sua casa em Kensington em 1991, aos 45 anos, devido a complicações da AIDS. Ele compartilhou publicamente seu diagnóstico apenas um dia antes de sua morte, tendo sido diagnosticado em 1987.

FOTO: Reprodução