O rapper norte-americano R. Kelly (FOTO: Reprodução)

Joycelyn Savage, ex-namorada do rapper R. Kelly, fez novas acusações contra o músico. Através da rede social Patheon, a mulher revelou que foi forçada pelo músico a fazer um aborto. O artista não queria que ninguém soubesse que ele havia a engravidado.

“Eu descobri que estava grávida desse monstro… Eventualmente, eu terminei fazendo um aborto, eu fui forçada a fazer a cirurgia na casa dele’, ela escreveu, dando outros detalhes do relacionamento abusivo que teve com R. Kelly.

Joycelyn explica que era obrigada a chamar o músico de “mestre” ou “papai”, caso contrário era punida por ele. Numa vez em que ela o chamou de “baby” (bebê), ele acabou lhe enforcando até que ela desmaiasse.

A relação entre os dois começou em 2015, quando Joycelyn tinha 19 anos. Ela revela que era “saco de pancadas” do rapper. De acordo com a ex-namorada, R. Kelly fiscalizava todos seus passos e até sua alimentação, deixando-a sem comer várias vezes.

Em outubro, R. Kelly entrou em uma batalha judicial para não ter de pagar uma pensão mensal para sua ex-esposa, Andrea, pelos cuidados dos seus três filhos.

Além disso, um movimento acabou surgindo nas redes sociais com a hashtag #MuteRKelly, para que as pessoas não escutem mais as músicas do rapper.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

Atualmente, o musico segue preso por manter relações sexuais com cinco menores e gravar vídeos durante esses atos. O músico nega todas estas acusações.