Fã de icônico meme de Britney Spears se pronuncia após audiência

Publicado em 27/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2007, um fã de Britney Spears chamado Chris Crocker fez um vídeo em defesa da cantora, que na época virou alvo de críticas por sua performance no VMA. Intitulado “Leave Britney Alone“, o vídeo se tornou um dos primeiros virais do YouTube.

Agora, após o perturbador depoimento da estrela pop na audiência de tutela, Chris publicou uma série de vídeos se pronunciando sobre o assunto e pediu às pessoas que parem de marcá-lo em postagens dizendo que ele estava certo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu não sinto que seja minha função falar sobre isso”, disse Chris aos fãs em um vídeo do TikTok. “Eu sinto que hoje é sobre Britney sendo capaz de ser ouvida e o que ela quer dizer e sobre ela ter sua liberdade e felicidade de volta.”

O influenciador continuou: “Não é sobre o que eu ou qualquer outra pessoa temos a dizer. É sobre a voz de Britney Spears sendo ouvida e é por isso que estou tão feliz, ela pode ser ouvida. Ninguém precisa falar por ela e acho que tudo o que queremos é que a voz de Britney seja ouvida e que ela tenha sua liberdade, porque é isso que ela merece”.

Chris não quer ser marcado em publicações sobre o assunto

O fã de Britney Spears não quer ser marcado em publicações com pessoas dizendo que ele estava certo, pois tudo isso é um gatilho para seu estresse pós-traumático. Em outro vídeo publicado na última sexta-feira (25), Chris abriu o coração e detalhou parte do assédio que sofreu após seu vídeo viral.

Ele disse que embora aprecie o sentimento por trás de sua mensagem de apoio inicial, ele não tem sido um aliado perfeito para Britney desde então. Quando jovem, ele acreditou nas histórias dos tabloides de que a estrela pop odiava o vídeo e ficou com raiva. Agora, ele não tem ideia se ela está ao menos ciente do vídeo.

Em parte isso é por causa do que ele já estava lidando. “Eu já recebia críticas da comunidade LGBT dizendo que era uma vergonha por chorar por uma celebridade e era feminino e expressivo em termos de gênero na época, o que não foi aceito”, explicou. “Mas eu senti que estava levando todos esses golpes, alguns físicos em bares gays, e a pessoa para quem fiz isso não gostava de mim.”

O que ele aprendeu na década seguinte ou mais é que nem tudo é sobre ele. “Britney não deve nada a mim ou a ninguém”, ele disse.” Então, mesmo que ela ache que eu sou estranho ou não goste do vídeo, ela tem esse direito. Literalmente, eu também poderia ter pensado que era estranho.”

“Espero que agora, como sociedade, todos possamos estar cientes de onde as coisas estão. Isso é o que é importante. Não tentar bater palmas para mim ou perseguir outras pessoas, ok? A questão é que todos nós chegamos a um ponto onde vemos o que diabos está acontecendo.”

“Esta mulher nos deu o suficiente. Ela nunca teve que nos dar nada. Toda a arte e entretenimento e performances e brilho que ela nos deu por meio de sua arte, e apenas uma inspiração por anos”, ele continuou. “Só por isso ela não nos deve nada e só merece ser livre e feliz.”

 “Eu fiz o vídeo ‘Leave Britney Alone’ porque achei que as pessoas deveriam deixá-la em paz”, ele concluiu seus pensamentos. “E eu sinto que agora, espero, a tutela termine e ela possa viver sua vida da maneira que ela quer vivê-la.”

VEJA MAIS: Fãs de Britney Spears encontram suposto pedido de socorro da cantora em vídeo antigo

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio