Katy Perry
A cantora norte-americana Katy Perry (FOTO: Reprodução)

Katy Perry não se arrisca como uma nova mãe, ela acabou de receber uma ordem de restrição contra um homem que ela afirma que a está perseguindo e é potencialmente perigoso.

De acordo com novos documentos legais, obtidos pelo TMZ, um homem de 38 anos chamado William Terry tem postado mensagens obscenas sobre ela nas redes sociais por meses – junto com ameaças dirigidas a Orlando Bloom e outros familiares. Seu comportamento assustador culminou com ele pulando a cerca na semana passada em sua casa em Beverly Hills.

Katy diz que depois que Terry pulou a cerca de sua propriedade – enquanto ela estava em casa com sua filha recém-nascida – ele se recusou a sair quando foi detido pela segurança, então ele foi segurado até que a polícia veio e o prendeu por invasão.

No entanto, Katy Perry diz que Terry já foi libertado e teme que ele volte, porque ele supostamente também tentou entrar em sua propriedade no início de agosto, alegando que ela o convidou.

VEJA TAMBÉM: Carlinhos Maia revela que Luísa Sonza não tratava Whindersson bem

Katy incluiu nos documentos uma série de postagens feitas nas redes sociais de William Terry datadas a partir de dezembro de 2019 e com conteúdo sobre assassinar cachorros e policiais, ameaças de “quebrar o pescoço de Orlando Bloom” e desejando a morte do filho e ex-mulher de Orlando, Miranda Kerr. As postagens também continham diversos conteúdos sexuais gráficos e explícitos sobre Katy.

O juiz concedeu a ordem de restrição para Katy, Orlando, a pequena Daisy e o filho de Orlando, Flynn, e William Terry deve ficar a uma distância de pelo menos 91 metros deles. Uma audiência está marcada para o próximo mês.