Fã n°1 de Anitta critica gravadora Warner e gasta 10h diárias com mutirões virtuais

Uma das maiores fãs de Anitta no país faz críticas à Warner por causa da divulgação de Girl From Rio

Publicado em 7/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela é Anitter de carteirinha. Tainá de 21 anos é o nome por trás dos mutirões diários envolvendo os tantos pedidos de Girl From Rio nas rádios dos Estados Unidos. Diariamente a jovem cujo perfil é Whatssanittx, se dedica a inspirar dezenas e dezenas de outros fãs a fazerem centenas de pedidos nas rádios norte-americanas para que o novo single emplaque no mercado mais competitivo do mundo. Seu perfil, aliás, é o mais popular do Twitter nesta nova fase cheia de mutirões e mutirões feitos pelos fãs da cantora. E pelo menos do ponto de vista dos fãs tem dado certo!

Recentemente, o single chegou a tocar em 150 rádios dos Estados Unidos após inúmeros pedidos de fãs brasileiros e estrangeiros para que o single tocasse nas emissoras gringas. Então por qual razão a música ainda não aconteceu nos Estados Unidos? Fãs e jornalistas apontam que a natural inclusão da música em playlists do Spotify, por exemplo, seria o caminho mais óbvio para que a música crescesse nos EUA. O que ainda não acabou acontecendo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira abaixo os pitacos de Tainá sobre a carreira de Anitta no Brasil e no mundo!

Como está sendo sua rotina de mutirões? Quantas horas diárias você está se dedicando? Como concilia com suas atividades?

Tainá: “Não sei direito, mas eu geralmente começo as 08h da manhã e vou fazendo ao decorrer do dia. Tipo, eu tenho uma sequência. O foco no momento são as rádios né, então começo com os pedidos para as rádios latinas que são as Los 40, e ao decorrer do dia vou fazendo as metas para as americanas, dou um intervalo de 30 minutos pra não ficar cansativo pra quem tá participando. Más quando tá fraco faço a cada 2h, enquanto isso fico em outras coisas referentes aos mutirões. Minha rotina foi sempre dedicada à Anitta, creio que agora está sendo um pouco mais. Pois além de rádio, tem votação, tag etc. Tenho que ver um tempo pra ajudar em cada um”.

Qual o máximo de horas você já passou fazendo mutirões pra Anitta?

Tainá: Muitas, alguns dias mais, outros menos. Ano passado nas votações por exemplo eu dormia 2h por dia pra dar tempo de fazer mutirão em vários horários. Atualmente fico umas 10h fazendo, dependendo do dia mais”.

Queria saber se você acha, como fã e ouvinte, que da parte da gravadora as estratégias adotadas para Girl From Rio estão sendo as melhores. O que você acha?

Tainá: Cara, obviamente Anitta está em um recomeço de carreira, eu mesma nunca esperei um grande investimento logo de início, mas acredito que pelo menos o básico pra ajudar ela nisso deveria ser feito, e não está. Por exemplo em “Girl From Rio”, onde desde o início fizeram os fãs criarem expectativas dizendo que a Anitta era a aposta da gravadora e foi dito que teria uma divulgação enorme por conta da gravadora e não teve. Deixou a desejar ai, onde a gravadora não fez muita coisa. Ela tem um contrato onde ela é subordinada da Warner Records e isso todo mundo sabia, mas é nítido que as estratégias da gravadora estão longe de serem as melhores. Como fã eu esperava o básico (sabe o básico mesmo? Não é difícil) com suporte da Warner para Anitta, coisa que de fato não estamos vendo. Essa é minha opinião, mas sei que essas gravadoras são assim, resta a gente como fã fazer nossa parte, abaixar a cabeça e respeitar as decisões da Warner, pois de fato não podemos interferir”.

Você viu o desabafo que o empresário dela, Brandon fez no Stories sobre a importância de se ouvir o capitão de um time? Acha que foi uma indireta sobre a pressão dos fãs de Anitta?

Tainá: Impossível não ser, mas não dá pra esperar maturidade de um empresário que não tem tanta experiência ainda e acha que sabe o que tá fazendo, e uma gravadora que deita, dorme e descansa”.

Atualmente grande parte das notícias de Anitta no Google são direcionadas à Juliette. Como você vê essa “passagem de coroa” que a funkeira comentou nessa ida dela para os EUA e com a Juliette começando a carreira aqui no Brasil com a mesma equipe da Anitta (BPMCom e Warner).

Tainá: “Hmm, geralmente quando eu vejo notícias da Anitta no Google, nenhuma cita juliette, então não vejo. Não posso falar muito sobre. Mas sobre Juliette, acho que vocês da imprensa são muito emocionados kkkk a Juliette tá começando agora, tem muito chão pela frente ainda. Não é porque ela já tem uma boa visibilidade nas redes e tá começando com a mesma equipe da Anitta que significa que é um caminho fácil. Essa “passagem de coroa” ainda vai demorar um pouco. Ela tem tudo pra dar certo e ser uma grande nome de referência artística no Brasil”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio