Michael Jackson
O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Reprodução_

Enquanto algumas teorias juram que Michael Jackson está vivo, outras dizem que o astro viveu há 3 mil anos atrás. A exposição Inside Ancient Egypt no The Field Museum, nos Estados Unidos mostrou um busto em particular que impressionou os visitantes.

Comprado no Cairo em 1889, a obra foi esculpida durante o período do Novo Império, que durou entre o século XVI e o XI aC e lembra muito o Rei do Pop – principalmente pelo nariz sem pontas.

VEJA TAMBÉM: Últimas publicações de Eddie Van Halen foram celebrando datas especiais

Em 2009, ano em que o artista morreu, Darnell Williams, diretor de relações com os visitantes, disse que alguns fãs estão tratando a visita ao museu como uma peregrinação.

Ele disse: “A estátua está aqui há anos, mas o interesse aumentou desde a morte de Michael Jackson. Estão vindo pessoas de todo o país para ver a estátua e comparar sua semelhança com o rei do pop”.

FOTO: Reprodução/MJBeats

“Ele teve uma grande influência na cultura pop. Eles querem tocar e beijar o modelo como se fosse uma espécie de Deus, mas está atrás de uma tela para protegê-lo de danos”.

James Phillips, curador das exposições do Oriente Médio e do Norte da África, explicou o motivo do nariz ser assim: “Acreditamos que falta um nariz ao modelo porque os primeiros cristãos ou muçulmanos removiam narizes de pinturas e modelos para torná-los não humanos”.

“Isso porque era contra a religião deles retratar seres humanos. Nesse caso, tem o efeito de torná-lo mais parecido com Michael Jackson”, concluiu.

O modelo, chamado simplesmente de “Limestone Statue of a Woman” (Estátua de Pedra Calcária de uma Mulher), mede 25 cm de altura por 35 cm de largura.