Fãs prestam homenagem no dia que completam três anos da morte de Avicii

Cantor sofria de depressão e teria tirado a própria vida usando pedaços de vidro de uma garrafa

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No dia 20 de abril de 2018, o badalado produtor e DJ sueco Avicii foi encontrado morto em um hotel em Omã, no Oriente Médio. De família de artistas, aos 28 anos, o sueco sofria de depressão e teria tirado a própria vida usando pedaços de vidro de uma garrafa.

Após o acontecido, a família emitiu uma nota que dizia que o artista possuía alma frágil, lidava com questões existenciais e que ele queria encontrar paz. Já o padrasto do músico chegou a responsabilizar o empresário do DJ pela morte precoce de Tim. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pois bem, neste dia que que completam três anos da morte do músico, os fãs prestaram algumas homenagens. Confira:

Numa entrevista recente concedida à CNN, Klas Bergling, pai do produtor e DJ Avicii, falou sobre a morte do filho e disse que seu suicídio não foi algo planejado. “Foi tipo um acidente de trânsito” afirmou o patriarca. O depoimento foi publicado em julho de 2019 em um vídeo, disponível no canal do canal jornalístico no YouTube.

VEJA TAMBÉM: Avicii ganha homenagem póstuma em clipe de canção com Chris Martin

Durante a conversa, Bergling explicou que, mesmo tendo uma relação franca e aberta com o filho, muitas coisas aconteceram ao mesmo tempo e Avicii acabou perdendo o controle da situação.

“Como DJ ou artista, você tem que fazer muitas coisas que não quer, no final isso faz parte de você. Isso tira muito dessas pessoas — as viagens, a espera nos aeroportos, as madrugadas. Ele começou a notar que não se sentia bem quando chegou lá (no topo) em sua carreira” declarou.

O pai também cobrou das autoridades uma maior atenção às questões envolvendo a saúde mental dos cidadãos. “O que eles estão fazendo para lidar com problemas como esse na sociedade? O importante é tentar tratar dos problemas o quanto antes. É uma questão muito política que tem que ser resolvida e não discutida por mais 10 anos”.

O cantor britânico Aloe Blacc resolveu fazer uma homenagem de 24 horas ao falecido DJ: um evento virtual que incluirá música, homenagens e conversas com colaboradores e amigos de Avicii. Fãs também poderão participar com covers de “Wake Me Up” e “SOS”, marcando as mensagens e conteúdo com a hashtag #SingWithAloe. Os melhores serão escolhidos para cantar com ele no evento.

Aloe e Avicii trabalharam juntos na parceria “SOS” e no hit mundial “Wake Me Up”. Nesta segunda faixa, os dois músicos dividiram créditos da composição, Aloe entrou com a performance vocal e Avicii produziu. Vale lembrar que “Wake Me Up” foi nº1 pela Europa e alcançou o 4º lugar na Billboard Hot 100 em 2013.

Suicídio

O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero.

Todos os anos, cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio no mundo, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde). No Brasil, uma pessoa morre por suicídio a cada hora, enquanto outras três tentaram se matar sem sucesso no mesmo período.

O assunto é tão complexo que muitas pessoas evitam falar a respeito, o que nem sempre é a melhor decisão. Um problema dessa magnitude não pode ser negligenciado, pois sabe-se que o suicídio pode ser prevenido. Uma comunicação correta, responsável e ética é uma ferramenta importante para evitar o efeito contágio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio