felipe araujo
O cantor goiano Felipe Araújo (FOTO: Reprodução)

Felipe Araújo falou sobre a vivência dos artistas durante essa época de pandemia mundial.

Por conta do número exorbitante de mortos e infectados pelo coronavírus, não estão acontecendo shows e eventos musicais na maior parte do mundo.

O sertanejo, então, resolveu desabafar sobre a situação: “É um desafio lançar uma música nesse momento que estamos vivendo. A gente depende muito de festas e de shows para a música viralizar, já que nunca dá para saber como vai ser a recepção da galera”.

VEJA TAMBÉM: Após “Micheque”, Detonautas lançará outra música criticando o governo

Apesar de nada impedir os artistas de lançar músicas ou álbuns completos nas plataformas de streaming e fazer lives pagas, o irmão de Cristiano Araújo afirmou pensar nos músicos menores: “Tem muitos artistas passando fome hoje no Brasil. Aqueles que cantam em barzinhos não podem trabalhar. É algo para enxergarmos com outros olhos”.

“Eu vi uma foto de um comício com umas 30 mil pessoas, igual a um show. As pessoas acham que trabalhar com música não é trabalho, mas é uma indústria que alimenta famílias no país inteiro”, se indignou.

Felipe Araújo já fez diversas lives, que acumuladas, rendeu para o artista mais de 7 milhões de visualizações.