Michael Jackson
O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Reprodução)

A filha de Michael Jackson participou duma recente discussão sobre as alegações de abuso contra o seu pai. A única filha do Rei do Pop, Paris Jackson, seguiu o caminho do seu pai tornando-se musicista e ativista. No entanto, Paris tem sido alvo de críticas sobre as suas declarações relativas às alegações de abuso sexual contra Michael Jackson.

Na semana passada, no Twitter, a famosa cantora Sia mostrou o seu apoio a Paris e à sua música, mas as anteriores afirmações de Sia sobre Michael Jackson levaram os fãs a chamar a voz de “Chandelier” de hipócrita.  

A polêmica em torno da mensagem da cantora se deu pelo fato de Sia ter se manifestado no ano passado contra Michael Jackson e a favor das alegações de abuso sexual e pedofilia feitas no filme Leaving Neverland. “Caros Wade e James, acredito que você e eu amo você. Continue”, escreveu a artista marcando as supostas vítimas.

A mensagem que Sia escreveu pra a filha do cantor foi a seguinte: “Cara Paris Jackson, eu te amo, continue. Acredito que seja uma boa pessoa”, comentou a artista no que Paris respondeu diretamente escrevendo: “Ontem estive a ver um dos teus vídeos musicais. selvagem. me inspirei muito no teu trabalho no vídeo de dança contemporânea que fizemos e que vai sair em breve. obrigado pelo amor”.

Enquanto as discussões sobre a vida pessoal de Michael se intensificavam após a declaração de Sia, Paris envolvia-se numa conversa com os seus seguidores no Twitter. Um fã lembrou a Paris que Sia pensava que Michael era um pedófilo e ela respondeu dizendo:

VEJA TAMBÉM: Fãs de Michael Jackson comemoram 15 anos da absolvição de abuso infantil

“Bem, então suponho que esta é uma situação semelhante à da Nikki Sixx que vocês todos me desfizeram em pedaços”. Sou uma grande fã de mötley crüe, mas não concordo nem apoio as coisas que Sixx tem dito sobre outros artistas”.

“Para esclarecer melhor, todos nós adoramos filmes Disney, não é verdade? eles são os melhores. mas Walt Disney, por mais genial que fosse, também era antissemita. pode apreciar boa arte sem compactuar com certas coisas que o artista faz”, escreveu Paris Jackson.

Outro fã avisou Paris sobre a verdade escondida no apoio de pessoas como Sia e escreveu: “Desejo-lhe sorte em juntar-se a pessoas que pensam como a Sia. Aqueles que ajudam a narrativa negativa do seu pai a manter-se vivo e a impactar a sua vida até os dias de hoje. Talvez possa mudar-lhe suas ideias caso se encontrarem? Mas, lembre-se do veneno das cobras”.

Ao tweet provocativo Paris respondeu: “A mensagem de amor e paz do meu pai fala por si. nada pode manchar que. o seu legado continuará a manter-se por muitas gerações vindouras. descansa o teu coração e a tua mente, isto também passará”.

Enquanto a conversa sobre as acusações contra Michael Jackson e a atitude conciliadora de Paris continuava, um fã levantou a questão do teste de DNA que Paris deveria ter em mente para pôr fim às discussões.

Na minha opinião, a única forma de Paris poder defender o seu pai que não será inútil é ela participar no Taj doc, fazer o teste de DNA para provar e calar os FDP que acreditam que MJ queria ser branco, que nunca o viu como um ser humano, pessoas que nunca acreditaram nele”.

Contudo, desta vez Paris Jackson optou por ficar calada e não escreveu mais tweets. Você pode ver a conversa entre Paris Jackson e os seus fãs no Twitter abaixo.