Amy-Winehouse
A cantora britânica Amy Winehouse (FOTO: Reprodução)

Kelly Osbourne abriu seu coração sobre a dependência de drogas, e a “culpa” que sente por ter sobrevivido enquanto viu amigos, incluindo Amy Winehouse, morrerem após suas próprias lutas.

A estrela de 35 anos, revelou que costumava ser viciada em álcool e drogas, incluindo tranquilizantes e maconha. Kelly temia que acabasse morta como alguns de seus amigos.

Falando ao DJ Fat Tony em seu podcast, The Recovery, Kelly explicou que agora é seu momento mais feliz, após ficar três anos sóbria. E também disse que já temeu perder a vida por conta das drogas.

LEIA TAMBÉM: Segundo a polícia, corpo de Naya Rivera pode ‘nunca ser encontrado’

Ela disse: “Eu nunca pensei que estaria viva aos 35 anos. Muitos dos meus amigos não conseguiram, e enterrá-los foi difícil. Senti a culpa por sobrevivente por um longo tempo. Estou quase três anos sóbria.”

Kelly era amiga íntima de Amy Winehouse, que morreu em 2011 aos 27 anos, após anos de problemas com drogas e álcool.

Falando sobre sua própria dependência, Kelly revelou como a vida sombria se tornou o auge de seus próprios vícios.

(Image: Splash New)

Ela disse: “Eu nunca dormi de verdade, eu desmaiava por conta de tudo o que ingeria. Eu estava em uma névoa de ressacas. Não sei como fiz isso pelo tempo que fiz. Eu acabei com meu corpo.

A ex-estrela da MTV – que é filha do lendário Ozzy Osbourne – disse que atingiu o fundo do poço em 2017 e decidiu mudar sua vida.

Ela explicou: “Eu estava tão perdida o tempo todo. Eu não estava em uma mercearia há três anos ou fazia coisas normais. Pensei: ‘Não quero mais viver assim’. Coloquei cortinas opacas em minha casa para não saber que horas eram. Eu percebi que não ia conseguir. Eu estaria morta se continuasse fazendo isso. “

Ela virou-se para o irmão de 34 anos, Jack, em busca de ajuda.

Ela lembra: “Peguei o telefone e eu estava muito bêbada quando liguei para meu irmão Jack. Entrei no carro dele. Eu estava vestindo uma camiseta e calcinha. Lembro-me de dizer a ele, chorando: ‘Não quero mais ser uma perdedora bêbada. Eu quero ser um vencedora’. “

Kelly explicou seu caminho para a recuperação, dizendo: “Fui à terapia nos primeiros seis meses, durante cerca de seis horas por dia. Eu estava tipo, ‘Se eu vou fazer isso, eu realmente vou fazer’. “

A estrela diz que espera que compartilhar sua história “ajude uma pessoa” ao comemorar seus três anos de sobriedade.