Filho de Eddie Van Halen acredita que pandemia acelerou morte do guitarrista

Publicado em 7/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Wolfgang Van Halen, filho do guitarrista Eddie Van Halen, acredita que a pandemia de Covid-19 foi um dos fatores decisivos para a morte do pai. O tratamento do lendário músico foi interrompido pelas restrições de viagens internacionais.

Em conversa com o “The Washington Post”, Wolfgang Van Halen também pontuou que, por causa da morte do pai, um sonho seu não pode ser realizado: ter Eddie Van Halen tocando um solo de guitarra em uma música da Mammoth WVH, a nova banda do baixista.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Katy Perry surge de maiô pela primeira vez após dar à luz; confira!

“Do jeito que imaginamos, se eu abrisse os shows do Van Halen com a minha banda, ele [Eddie Van Halen] viria e tocaria um solo em uma das músicas. Esse teria sido o sonho final”, disse ele.

“Vou odiar para sempre a Covid-19 e como o meu pai foi tratado, porque roubaram aquele momento de mim,” lamentou.

O guitarrista do Van Halen faleceu aos 65 anos, em 6 de outubro de 2020, após uma longa batalha contra o câncer, que  havia se espalhado para outros órgãos. O atestado de óbito do músico revelou que ele morreu em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio