Filho de Michael Jackson conta qual é o maior ensinamento deixado pelo pai

Em recente entrevista, o jovem de 24 anos falou sobre o falecido pai e a irmã mais nova, a também cantora Paris Jackson

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em recente entrevista, Prince Jackson, filho do lendário Michael Jackson, falou sobre as lições e ensinamentos que recebeu do pai enquanto crescia sob os holofotes.

“Há tantos ensinamentos que guardo com carinho e sinto que são aplicáveis em todos os momentos”, começou ele. “Mas o que me guia é o ideal de ‘Nunca deixar de aprender’”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Me formei na universidade e isso não significa que eu tenha parado de aprender”, continuou ele. “E o meu pai dizia algo como: ‘O minuto em que se para de aprender é o minuto em que se começa a morrer’”.

(FOTO: Reprodução)

Na sequência, ele falou sobre quando percebeu pela primeira vez que o seu pai era um astro da música venerado em todo o mundo.

“Eu comecei a crescer e vi que as pessoas nos seguiam por aí. As pessoas só queriam estender a mão e tocar o meu pai. Mas percebi realmente quando eu tinha cerca de 10 ou 11 anos e vi um vídeo do meu pai se apresentando. Ele estava performando e tinha pessoas desmaiando na plateia”.

“E eu perguntei ao meu pai: ‘Porque é que eles estão desmaiando? Eu te vejo todos os dias”.”

Prince também falou sobre a sua irmã mais nova, Paris Jackson, e recordou que, no início da carreira musical dela, os dois trabalharam juntos em um clipe.

“Quando estávamos trabalhando neste projeto – e foi uma das primeiras canções que ela quis lançar – é difícil ser vulnerável consigo mesmo, e quando vi a minha irmã cantar pela primeira vez, sabia que era isto que ela precisava de fazer”, explicou ele.

“Por isso, só queria ajudá-la, assumir esse papel de ‘irmão mais velho’ protetor, e garantir que tudo se desenrolasse da melhor forma possível. E quando estávamos trabalhando juntos, vi um lado da minha irmã que nunca tinha visto antes, que era o seu lado profissional”.

“Ela apareceu no horário certo e estava muito atenta a tudo”, acrescentou ele. “E, ela – assim como o meu pai – tem uma visão de como quer que as coisas funcionem”.

Em 2009, Michael Jackson morreu de intoxicação aguda por propofol e benzodiazepina, aos 50 anos de idade. Ele deixou três filhos: Prince, de 24 anos, Paris, de 22, e Blanket, de 19.

Assista:

VEJA MAIS: Após boicote de The Weeknd, Cardi B quebra o silêncio sobre o Grammy

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio