mr catra
O cantor fluminense Mr Catra (FOTO: Reprodução)

Nesta quinta-feira (31), o MC Luck Muzik, um dos filhos de Mr. Catra, preocupou seus seguidores do Instagram ao publicar uma foto arrepiante, em que se despede dos fãs e da família.

“Não tenho mais forças para lutar. Hoje é o dia que me despeço de todos e da minha família”, escreveu o filho de Mr. Catra.

Na web, fãs do artista demonstraram preocupação: “Alguém ajuda”, pediram pelo Twitter.

Confira:

Foto: Reprodução

VEJA MAIS: O dia em que cantor dos Beatles ficou chapado de LSD e disse ser Jesus Cristo

Em 9 de setembro, dia em que a morte de Catra completou dois anos, MC Luck Muzik usou os Stories do Instagram para lamentar sobre a saudade que tem de Catra e afirmou que ele estaria orgulhoso das suas conquistas profissionais.

“Ele me ensinou muita coisa, e acredito que ele estaria muito orgulhoso de mim. Queria que ele estivesse aqui para ver o que conquistei nesses dois anos na música. Continuo sendo DJ, mas ao mesmo tempo também vou cantar. Vou subir nos palcos sendo DJ de trap-funk. Isso tudo veio através dele. Ele sempre me incentivou”, contou.

Em março de 2020, o MC lançou uma parceria com a ex-Fazenda Mirella.

Assista:

Suicídio

O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. Todos os anos, cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio no mundo, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde).

No Brasil, uma pessoa morre por suicídio a cada hora, enquanto outras três tentaram se matar sem sucesso no mesmo período. O assunto é tão complexo que muitas pessoas evitam falar a respeito, o que nem sempre é a melhor decisão. Um problema dessa magnitude não pode ser negligenciado, pois sabe-se que o suicídio pode ser prevenido. Uma comunicação correta, responsável e ética é uma ferramenta importante para evitar o efeito contágio. Centro de Valorização da Vida Uma das entidades que ajuda pessoas com pensamentos tristes e depressivos é o Centro de Valorização da Vida, o CVV. A organização existe há anos graças ao trabalho voluntário de centenas de pessoas. O atendimento é gratuito e pode ser feito por telefone e internet. O telefone que tem cobertura para todo Brasil é 188.