david bowie
O músico britânico David Bowie (FOTO: Reprodução)

A história original de David Bowie, “Stardust“, estrelando Johnny Flynn como o músico, garantiu a distribuição na Itália com um acordo assinado com a I Wonder Pictures antes da estreia mundial do filme no Festival de Cinema de Roma este mês.

Flynn e o diretor Gabriel Range estarão em Roma para o evento do tapete vermelho em 16 de outubro para promover o filme, que teve uma estreia digital como parte do Tribeca Film Festival em abril.

I Wonder lançará o filme nos cinemas italianos no verso do lançamento nos EUA antes do Natal. A distribuidora americana IFC lançará o filme em 25 de novembro, seguida por distribuidores do resto do mundo nos próximos meses, incluindo Canadá, Alemanha, Austrália, Nova Zelândia, Japão, Oriente Médio, Rússia, Portugal, Hong Kong, Taiwan, Índia e América Latina.

Johnny Flynn aparece como David Bowie
(FOTO: Reprodução Paul Van Carter)

VEJA TAMBÉM: Influente! Site de registro eleitoral sai do ar após Ariana Grande incentivar fãs a votar

Andrea Romeo, CEO da I Wonder, disse: “Gabriel Range fez um filme incrivelmente ambicioso e elegante, revelando um ator extraordinário em Johnny Flynn. Estamos muito satisfeitos em trazê-lo aos cinemas italianos.

Range disse: “Em um ano tão difícil, estou emocionado por ter uma plataforma de lançamento física para o filme com o Festival de Cinema de Roma, e mal posso esperar que o público internacional descubra o filme!

Stardust” é estrelado por Flynn (“Emma”, “Fera”) como um David Bowie de 24 anos que embarca em sua primeira viagem à América, apenas para se deparar com um mundo que ainda não está pronto para ele. O filme revela as inspirações e eventos de vida que deram origem ao alter ego icônico de Bowie, Ziggy Stardust, traçando a transformação de um dos maiores ícones culturais do mundo.

Flynn estrela ao lado de Marc Maron (“Glow”, “Respect”) e Jena Malone (“Antebellum”, “The Neon Demon”).

O filme foi escrito por Christopher Bell and Range e produzido por Paul Van Carter, Nick Taussig e Matt Code. Os produtores executivos são Fabien Westerhoff, Christopher Figg e Robert Whitehouse. O filme foi produzido pela Salon Pictures, do Reino Unido (“Churchill” e a dupla indicada ao BAFTA “McQueen”), e é uma coprodução com a Wildling Pictures no Canadá.