O rapper norte-americano Kanye West (FOTO: Reprodução)

Segundo a revista People, uma fonte próxima a Kanye West e Kim Kardashian revelou que o casal já estava conversando sobre o divórcio há várias semanas, antes mesmo do rapper ter postado tweets bombásticos nesta semana. Ele deixou seus fãs e seguidores no Twitter chocados com suas recentes declarações – de que teria impedido Kim de abortar a filha North, em 2013 quando engravidou, e de estar tentando se separar da empresária e mãe de seus quatro filhos há dois anos.

A fonte disse à revista: “Um divórcio já estava em processo há várias semanas (…) eles moram em lados opostos de sua casa.”

Outra fonte pontuou que o desejo do divórcio era de ambos.

“Houve comunicação suficiente, tanto nos últimos dias como nas semanas anteriores, para estabelecer que ambos os lados acham que o casamento acabou”.

Além do tweet agora deletado de West, nenhum dos dois comentou as recentes notícias sobre o suposto divórcio.

VEJA TAMBÉM: Vídeos sensuais de Anitta são publicados em site pornô

“Agora Kanye seguiu um caminho diferente. Tanto em termos de decisão de anunciar sua candidatura presidencial quanto em como ele está se expressando e as coisas que está escolhendo dizer”, completaram.

“Eles têm trabalho a fazer, como pais e cônjuges que desejam terminar esta fase de seu relacionamento”, continuou a fonte. “Kanye sabe de tudo isso, e tudo o que está acontecendo agora é como uma horrível demonstração do que são os problemas reais”, afirma o informante.

“Em primeiro lugar, ele tem algumas necessidades que precisam ser atendidas com urgência”, disse a fonte, provavelmente referindo-se à saúde mental de West. “Então eles precisam avançar em termos de estruturar uma separação que possa ser amigável e saudável para eles e, principalmente, para seus quatro filhos.”

Kanye West e Kim Kardashian
Kanye West e Kim Kardashian (FOTO: Reprodução)

Os admiradores da família Kardashian estão sem entender o que está acontecendo! Depois de pedir aos fãs que tivessem compaixão e empatia por Kanye West, a famosa teria se reunido com advogados para conversar sobre o divórcio do rapper, com quem tem quatro filhos.

Conforme o jornal inglês Daily Star, a empresária se reuniu esta semana com advogados de divórcio depois que Kanye divulgou mensagens constrangedoras sobre ela e sua família nas redes sociais.

O famoso acusou recentemente sua sogra Kris Jenner de ser uma ‘supremacista branca’ e a intitulou de ‘Kris Jon-Un’ no Twitter.

Ele também revelou no tweet agora deletado que ele tenta se separar de Kim há quase dois anos desde que conheceu o ex de Nicki Minaj, Meek Mill, em um hotel. Kanye também disse que Michael Jackson foi assassinado. Entre diversas outras polêmicas.

O comportamento inconstante do cantor foi visto pela primeira vez durante um protesto em uma manifestação de campanha no último domingo (19) por sua candidatura presidencial nos Estados Unidos.

A estrela chorou quando gritou: “Eu quase matei minha filha”, quando ele disse que impediu Kim Kardashian de abortar quando ela estava grávida de sua primeira filha, North, em 2013.

Uma fonte disse que Kim, de 39 anos, está buscando ‘aconselhamento jurídico’ após o recente tumulto causado pelo Kanye.

“Kim se reuniu com advogados para explorar e discutir o divórcio … ela queria [que seu casamento] que funcionasse por causa de seus filhos”, explica o informante.

Mesmo com todos os problemas do casal, outra fonte disse ao jornal The Sun: “Kim acredita que ela é a única pessoa que pode salvar Kanye. Depois de tudo o que aconteceu nesta semana, ela sabe que não pode salvar seu casamento, mas ela não vai se separar dele durante seu ponto mais baixo. Ela deve isso aos filhos, ficar ao seu lado até ele conseguir ajuda”.

View this post on Instagram

Happy Sunday

A post shared by Kim Kardashian West (@kimkardashian) on