prince
O astro norte-americano Prince (FOTO; Reprodução)

O espólio do cantor Prince vem sendo alvo de um advogado, que afirma não ter recebido o pagamento de uma multa de 1 milhão de dólares do falecido irmão do cantor. De acordo com documentos judiciais obtidos pelo The Blast, o advogado Justin Bruntjen entrou com um aviso de procuração no espólio do músico. O advogado já trabalhou para o meio-irmão de Prince, o falecido Alfred Jackson.

Jackson era um dos seis irmãos interessados nos bens de Prince. Ele faleceu por causas naturais em agosto de 2019. Justin Bruntjen alega que está colocando uma garantia contra o interesse de Jackson, “no espólio de Prince, incluindo qualquer direito de receber pagamentos, propriedades, recursos, dinheiro ou valor de qualquer espécie, pela compensação acordada pelos serviços prestados por Justin”.

VEJA TAMBÉM: Gusttavo Lima bebe demais e revela que passa horas “chupando periquita” da esposa

O advogado diz que a garantia é baseada em serviços jurídicos prestados ao meio-irmão de Prince. Ele trabalhou para Alfred Jackson de abril de 2016 a novembro de 2018. A garantia declara: “Até essa data, os serviços e custos legais não pagos totalizam US$ 903.640,25, excluindo quaisquer custos de cobrança. Este valor não inclui quaisquer taxas e custos que Justin Bruntjen recebeu do Tribunal pelo trabalho que beneficiou o Estado como um todo. ”

Os herdeiros de Prince já haviam sido acusados de se recusar a pagar contas legais maciças de diversos advogados.