Gene Simmons, do Kiss, se revolta com declaração de Bolsonaro sobre vacina da Covid-19

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Gene Simmons, vocalista e baixista da lendária banda Kiss, usou sua conta no Twitter para lamentar a postura do presidente Jair Bolsonaro em relação a vacina da farmacêutica americana Pfizer contra a Covid-19.

O músico compartilhou uma notícia do New York Post que critica a tentativa do presidente de relacionar os efeitos colaterais da vacina com as chances de uma pessoa se transformar em jacaré.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Lá no contrato da Pfizer, está bem claro nós [a Pfizer] não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral. Se você virar um jacaré, é problema de você.”, disse o presidente durante um evento em Porto Seguro, na Bahia.

Gene Simmons (Foto: Reprodução)

Ao ler a notícia, o vocalista do Kiss expressou seu descontentamento:

“Sem comentários! O presidente brasileiro Bolsonaro alega que vacina da Covid pode transformar pessoas em jacarés”, escreveu incrédulo.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

Nos comentários da publicação, diversos brasileiros criticaram a postura de Bolsonaro. “Gene, é muito difícil viver no Brasil com um presidente desse. Hoje ele disse: a pressa da vacina não se justifica”, lamentou um fã em inglês. “Ele odeia os 210 milhões de brasileiros”, escreveu um internauta.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio