Gilberto Gil
O cantor baiano Gilberto Gil (FOTO: Divulgação)

O cantor Gilberto Gil lançará no dia 17 de agosto, o álbum Ok Ok Ok, produzido por seu filho Bem Gil. Com músicas completamente autorais, o disco contará com 15 músicas, incluindo três faixas-bônus e doze faixas inéditas.

Entre as faixas-bônus está a canção “Afogamento”, música já lançada como single, mas em gravação feita para o álbum em que Roberta Sá canta somente faixas inéditas de Gil. As outras faixa-bônus são “Kalil”, uma música feita em homenagem cardiologista Roberto Kalil e “Pela internet 2”, versão atualizada da música lançada em 1996 e que ganhou um novo arranjo no início deste ano.

VEJA TAMBÉM: Lulu Santos lança clipe da versão eletrônica de “Tempos Modernos”

Além da canção-título do disco e que já foi lançada como single em 20 de julho, Ok Ok Ok, também traz as músicas “Na Real”, composta em homenagem à Flora Gil, esposa do artista e “Sereno”, em homenagem ao 10º neto de Gil chamado Sereno que nasceu recentemente.

Completam o álbum as músicas “Uma coisa bonitinha”, “Quatro pedacinhos”, “Ouço”, “Lia e Deia”, “Jacintho”, “Prece, “Yamandu” (homenagem ao violonista gaúcho Yamandu Costa) e por fim a canção “Sol de Maria”, composição de Gil para celebrar a bisneta Sol de Maria, nascida em novembro de 2015. Este é o primeiro disco de inéditas de Gilberto Gil desde Fé na festa, de 2010.

Passageiros fazem videokê em voo e cantam “Sozinho” para Caetano Veloso

O cantor Caetano Veloso teve uma grande surpresa no domingo (dia 29) enquanto viajava de avião com destino à cidade de Porto em Portugal. Ao reconhecerem o músico brasileiro, os passageiros de um voo Barcelona-Porto começaram a cantar a música Sozinho, um dos grandes sucessos do artista baiano.

Paula Lavigne, mulher de Caetano, registrou o momento e publicou o vídeo nas redes sociais escrevendo que este foi o melhor momento da viagem. Os filhos de Caetano também aparecem no vídeo, sem conseguir conter o riso com a surpresa feita ao pai. O vídeo, foi muito comentado pelos internautas e recebeu comentários de Patricia Pillar, Maria Gadú e Monica Iozzi.