Grammy 2022: Olivia Rodrigo, Lil Nas X e Billie Eilish são os mais cotados para ganhar álbum do ano

Publicado em 22/09/2021 14:58
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As expectativas para o Grammy 2022 estão em alta. Sendo assim, os nomes mais cotados para ganhar como “Album Of The Year” (álbum do ano), estão Olivia Rodrigo, Lil Nas X e Billie Eilish. As informações são do site HITS Daily Double, que juntou um time de primeira para chegar a 5 nomes.

Entre os favoritos, foram citados: “Sour” (Olivia Rodrigo), “MONTERO” (Lil Nas X), “Happier Than Ever” (Billie Eilish), “Planet Her” (Doja Cat) e “When It’s All Said and Done… Take Time” (Giveon).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No entanto, eles também liberaram alguns nomes que não são tão favoritos, contudo, existe uma pequena possibilidade: “Justice” (Justin Bieber), “If I Can’t Have Love, I Want Power” (Halsey), “Evermore” (Taylor Swift), “star-crossed” (Kacey Musgraves), “Hall of Fame” (Polo G) e “positions” (Ariana Grande).

Grammy 2022: Billboard prevê vitória impressionante de Olivia Rodrigo

Olivia Rodrigo, sem dúvidas, está dominando 2021 com suas incríveis músicas. Como resultado, a Billboard aposta que a cantora novata terá um desempenho impressionante no Grammy Awards 2022.

Em recente publicação, a Billboard coloca Olivia Rodrigo como a grande favorita para ganhar o troféu de Artista Revelação, destacando que ela talvez não tenha nem concorrência.

Segundo o site, ela também é favorita em outras duas principais categorias do Grammy: Melhor Música e Melhor Gravação, as duas com o smash hit “drivers license”.

Além disso, ela também deverá ser indicada na categoria de Álbum do Ano, com seu disco de estreia, “Sour”. Para a Billboard, a cantora de 18 anos deve enfrentar Taylor Swift nesta categoria, já que a loira deverá conquistar uma indicação com “evermore”.

A publicação destaca que, além do sucesso, “Sour” foi aclamado pela crítica, com uma classificação de 83 no agregador Metacritic. Rodrigo também deve se beneficiar do histórico do Grammy de favorecer jovens cantoras e compositoras emergentes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio