legiao urbana
Renato Russo, o vocalista do Legião Urbana (FOTO: Reprodução)

Recentemente a polícia fez uma operação especial em busca de músicas inéditas compostas por Renato Russo, com isso, a polícia fez uma segunda operação e recuperou materiais em um depósito usado por uma gravadora em Cordovil, na Zona Norte do Rio.

Segundo o G1, foram apreendidas 91 fitas que, segundo a polícia, contêm material inédito do artista e serão entregues a Giuliano Manfredini, filho e herdeiro do compositor.

Com isso, nesta quarta (16), a DRCPIM (Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial) ouviu Afridsman Muzzy Neto, diretor financeiro e administrativo da Universal Music Brasil. A gravadora afirma que não é parte da investigação e que foi surpreendida com a apreensão das fitas.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

A Universal Music Brasil prestou esclarecimentos na investigação, da qual não é parte, pois foi surpreendida com mandado de busca e apreensão de gravações do grupo Legião Urbana, material este de exclusiva titularidade da gravadora EMI, cujo catálogo foi adquirido pela Universal Music”, diz o selo em comunicado enviado à imprensa.

O material apreendido estava custodiado em local adequado e com capacidade para assegurar sua boa guarda e manutenção. Para além da surpresa, a companhia destaca sua preocupação quanto ao local para onde o referido material foi levado, considerando que condições precárias de guarda poderão causar danos irreparáveis às fitas originais, que contém gravações do grupo Legião Urbana, produzidas e pertencentes ao catálogo da prestigiosa EMI, depositária de grande parte da história musical deste país”.