Gretchen diz que “gay quer ser uma mulher” e é criticada na web

Cantora pediu desculpas alegando não ser homofóbica por ser mãe de um homem trans

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste sábado (27), a cantora Gretchen foi criticada após divulgação de vídeo em que ela fala que “gays querem ser mulheres”. A fala foi dita durante entrevista ao programa Talk Flow para youtube.

“O gay quer ser uma mulher. Então, sou a bicha que deu certo, eu nasci mulher. Mas tenho as atitudes e o jeito de um travesti”, disse ela, na ocasião.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Katy Perry surge de maiô pela primeira vez após dar à luz; confira!

Após a repercussão negativa do vídeo e da quantidade de críticas, ela se defendeu alegando não ser homofóbica, já que é mãe de um homem transexual.

“É impressionante como as pessoas gostam de utilizar falas minhas pra mudarem o sentido das coisas. Gente. Parem de ficar dramatizando um comentário bem humorado e sem maldade. Está ficando difícil de se expressar no mundo de hoje. Para vocês mais jovens, cansei de fazer esse comentário há muitos anos e nunca nenhum gay se sentiu ofendido. Até porque é uma fala minha que eu me coloco exatamente no lugar de todos vocês”, começou ela.

E continuou: “Por isso não aceito mais dar entrevistas pq sempre aproveitam minhas falas para usarem de forma errada.  Enfim quem se sentiu ofendido,minhas desculpas. Porém COMECEM A ENXERGAR A VIDA COM LEVEZA.”, disse ela acrescentando na sequência: “Ahhh se a vida fosse vivida mais leve muita gente não estaria por aí infeliz. Que pena!!! Mas se tem gente que precisa desse tipo de coisa pra sobreviver, tem aí motivos pra isso. Sou mãe de um trans. E podem ter certeza. Conheço bemmmm essa travessia até a chegada no pódio.”, disse.

Para concluir, Gretchen ainda desabafou sobre a quantidade de ódio nas redes sociais. “Lamentável. Ainda ontem eu defendia essa rede social como uma das únicas que eram reais na forma de se expressar. Vejo que a maldade e o discurso de ódio agora também faz parte daqui”, finalizou Gretchen.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio