Grupo de supostos hackers se passava por Leo Dias pra detonar Anitta

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um suposto integrante do Anonymous Brasil que se identificava como @leodiasofc mudou o nome do perfil no Twitter. A conta foi criada em dezembro de 2019 e ao entrar no cache de publicações do último dia 25 de maio, é possível conferir postagens nas quais o usuário faz dezenas de críticas à cantora Anitta. As informações foram publicadas pelo site TudoCelular.

Em uma das publicações, afirmava que a artista brasileira é “amante de Bolsonaro” e que Anitta seria a “próxima ministra da Cultura”, vale lembrar que atualmente não há mais um Ministério para o setor, e sim uma Secretaria vinculada ao Turismo. Em outra ocasião, insinua que a cantora faz música pop para “ser endeusada pelos LGBTS”. Confira:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na noite da última segunda-feira (01), o grupo Anonymous divulgou informações pessoais do presidente Jair Bolsonaro, de seus filhos Flavio, Carlos e Eduardo Bolsonaro, dos ministros Abraham Weintraub (Educação) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), do deputado Douglas Garcia, e do empresário Luciano Hang (Havan).

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

Porém, grande parte das informações vazadas não precisaram de uma possível invasão para serem descobertas. A declaração de bens está prevista no próprio site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A Procuradoria-Geral da República está realizando uma análise para saber se existe necessidade de abrir uma investigação a respeito dos vazamentos. Um ponto que dispensa a necessidade de investigação é o fato de uma parcela dos dados já ser de domínio público.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio