Michael Jackson
O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Reprodução)

Steve Lukather, guitarrista da banda estadunidense Toto, participou de um episódio do podcast de Jeremy White. O artista, que trabalhou com Michael Jackson pela primeira vez em 1982, na gravação do álbum Thriller, contou uma situação inusitada que passou com o Rei do Pop.

De acordo com o guitarrista a situação já era de muita pressão, porque além de trabalhar com Michael, iria gravar com Paul McCartney a faixa “The Girl Is Mine”. Ao entrar no estúdio Steve Lukather deu de cara com Bubbles, macaco de estimação do Rei do Pop. “Não vi nada estranho exceto por Bubbles, cara. Aquilo era meio estranho.”

Entretanto, depois de um tempo, Bubbles acabou sendo proibido de visitar o estúdio. Steve Lukather conta que o macaco gerou muita confusão durante a gravação do álbum Thriller. “Michael parou de trazer o macaco para o estúdio porque ele destruiu a cabine de gravação dos vocais […] Cara, aquele macaco deixou a cabine vocal do estúdio em pedaços. Depois disso, acho que baniram o velho Bubbles do estúdio”, disse.

Steve Lukather discusses Toto, Ringo Starr, his new book and going quid pro  quo with Weezer - The San Diego Union-Tribune
O guitarrista Steve Lukather (Foto: Reprodução)

VEJA TAMBÉM: Beyoncé envia joia exótica para todas as mulheres de sua equipe

Mesmo após a situação inusitada, o guitarrista conta que voltou a trabalhar com Michael Jackson outras vezes e elogiou o trabalho do cantor. “Ele cantava muito no estúdio. Ele sabia o que queria e acho que ele amava o que fazia.”, declarou.

Sobre gravar com o ex-beatles, Paul McCartney, Steve conta que o astro deixou a situação tranquila e que a primeira música que tocaram juntos foi “I Was Made To Love Her”, do cantor Stevie Wonder.

Escute o episódio do Podcast aqui: