Caetano Veloso
O cantor e compositor baiano Caetano Veloso (FOTO: Reprodução)

O guru de Bolsonaro, Olavo de Carvalho terá que depositar R$2,9 milhões na conta de Caetano Veloso. O valor é referente a acusação de que o músico seria pedófilo.

Ele tentou recorrer na Justiça, porém desembargador José Acir Lessa Giordani, da 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, negou o pedido.

A decisão tomada diz: “Indefiro o pedido de efeito suspensivo postulado, por não vislumbrar, a priori, a presença dos requisitos legais que autorizam a sua concessão”.

VEJA TAMBÉM: Caetano Veloso fará live em apoio à Manuela D’Ávila e Guilherme Boulos

Isso se dá um mês depois da Coluna de Ancelmo Gois afirmar: “A decisão é da 50ª Vara Cível do Rio. O valor diz respeito ao total da multa aplicada ao “guru” do clã Bolsonaro pelo não cumprimento da liminar que mandou que ele apagasse as acusações de pedofilia postadas em suas redes sociais, em 2017, contra o cantor. Já o valor referente à condenação pelos danos morais (R$ 65.966,78) foi depositado judicialmente em agosto“.