Gusttavo Lima vence processo contra empresa de chapéus

Publicado em 25/09/2021 14:18
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cantor sertanejo Gusttavo Lima se deu bem em um processo judicial que moveu contra uma empresa vendedora de chapéus. Segundo informações exclusivas obtidas pelo Movimento Country, o cantor entrou com uma ação judicial contra a empresa Mundo do Chapéu por uso indevido de seu nome e imagem após a empresa usá-los para estampar anúncios e comercializar chapéus sem autorização.

Os anúncios veiculados nas redes sociais e site oficial da empresa ofereciam o produto “Chapéu Gusttavo Lima” e chegaram a usar fotos do cantor sertanejo com o suposto chapéu para ilustrar a venda. A equipe jurídica do marido de Andressa Suita tomou conhecimento e notificou a empresa, dando 24 horas para a retirada de todos os anúncios com nome e imagem de Gusttavo Lima do site oficial e redes sociais, o que não aconteceu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo consta no processo de número 1121755-67.2020.8.26.0100 que o Movimento Country teve acesso, os responsáveis pela empresa alegaram que iriam atender o pedido e retirar os anúncios, o mas não o fizeram no prazo estipulado. Gusttavo Lima então decidiu levar o caso para a Justiça cobrando uma indenização por danos morais, além da exclusão da imagem do cantor sertanejo vinculada aos chapéus.

Conforme consta na sentença do processo, a marca entrou com pedido de contestação alegando que “manteve o anúncio objeto da ação por período não superior a 5 meses e que removeu o nome ‘Gusttavo Lima’ no dia em que foi notificada, substituindo o nome do produto por ‘Gustavo 2.0’, entendendo ser um nome comum e que não ocasionaria lesão à marca do autor”.

No entanto, a Mundo do Chapéu foi condenada a pagar uma indenização no valor de R$ 10 mil à Gusttavo Lima e está proibida de fazer qualquer utilização de imagens e menção à marca/nome do cantor sertanejo, sob pena de multa de R$ 1 mil por dia. As partes dividiram os custos do processo.

Fã peladona invadiu camarim de Gusttavo Lima e lhe processou

Hoje não é quinta-feira, mas vamos de TBT do Gusttavo Lima. Em março de 2014, uma jovem – que na época tinha 20 anos – virou notícia após protagonizar um possível strip tease no camarote do cantor.

Em vídeos que viralizaram nas redes sociais, a estudante, que ficou conhecida como “Peladona do Villa Mix”, aparece tirando a roupa para um grupo de pessoas.

(FOTO: Reprodução)

Na época, ela concedeu uma entrevista ao site Olhar Direto, onde disse que foi convidada para ir ao camarim do artista. Lá, a estudante teria bebido e suspeitava que alguém tivesse colocado droga em sua bebida, pois não conseguia se lembrar de nada.

Ela chegou a processar Gusttavo Lima, as empresas Audiomix, Villa Mix e Unifort Segurança e Vigilância Patrimonial em R$ 5,7 milhões. No entanto, ela teve Justiça gratuita negada e deveria desembolsar R$ 50 mil para que a ação continuasse tramitando. Como não arcou com as despesas no prazo estipulado, o caso acabou extinto por ausência de pagamento.

Pelado? O dia em que Gusttavo Lima posou só de cueca branca

Em 2015, o cantor incendiou a web ao surgir mostrando o volume de suas partes íntimas, usando apenas uma cueca branca, digamos que bem transparente.

Na época, inclusive, o cantor e Andressa Suita tinham recém terminado o noivado. Em entrevista dada ao EGO, na época, ela revelou que não guardava mágoas do sertanejo: “Eu torço muito por ele. A gente é bem parceiro”.

Vale ressaltar que em outubro do ano passado, Gusttavo Lima e Andressa terminaram o casamento, contudo, em janeiro deste ano, foram vistos juntos e os rumores de que estariam reatando a relação começaram a rondar o mundo dos famosos.

VEJA MAIS: Membro do BTS doa quase MEIO MILHÃO para crianças carentes!

(Foto: Reprodução)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio