“Se você ama seus amigos LGBTs vote em Haddad”, pede Pabllo Vittar

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um dos maiores ícones LGBT do país, Pabllo Vittar voltou a se posicionar publicamente contra a candidatura de Jair Bolsonaro. A cantora maranhense fez um apelo nas redes sociais para que os eleitores brasileiros votem no candidato do PT, Fernando Haddad, neste segundo turno.

VEJA TAMBÉM: Rita Ora divulga tracklist de novo álbum e fãs de Anitta reclamam

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fazendo menção à sobrevivência das pessoas LGBTs, Pabllo Vittar dirigiu-se aos seus seguidores que têm amigos gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros e afirmou que, “se você ama seus amigos vote 13 no segundo turno”. postando a hashtag #HaddadPresidente.

Bolsonaro se destacou na imprensa internacional por seus discursos conservadores e contrários às pautas progressistas durante seus 28 anos de vida pública como deputado federal.

Site dos EUA destaca posicionamento de Pabllo Vittar e Anitta contra Bolsonaro

Pabllo Vittar e Anitta foram citados pela versão norte-americana do Buzzfeed nesta semana. A conta oficial do site no Twitter, que possui mais de um milhão de seguidores, postou um vídeo apresentando a drag queen maranhense como “a voz da resistência contra o ‘Donald Trump do Brasil’”, se referindo ao presidenciável Jair Bolsonaro. Confira o vídeo abaixo:

“Essa drag queen está liderando a resistência contra o Trump do Brasil. Pabllo Vittar é uma drag queen muito famosa no Brasil. Ela começou fazendo covers de artistas internacionais como Beyoncé e explodiu sua popularidade no ano passado fazendo uma música com Diplo e Anitta. Anitta é uma das cantoras pop mais famosas no Brasil. Mas ela foi rejeitada pelos fãs porque não falava sobre o assassinato de uma política negra e pobre. Ela também não apoiou o movimento #EleNão, contra Jair Bolsonaro. Ele é como nosso Donald Trump. Mas pior. Muito, muito pior. Muitas vezes, ele deu declarações sexistas, racistas e homofóbicas. Pabllo mostrou seu apoio ao movimento #EleNão e cortou sua parceria com as marcas que apoiavam Bolsonaro. Ela usou o lançamento de seu álbum novo para dizer às pessoas que não votassem nele. Ela está na linha de frente desse movimento. Nós te amamos” afirmou a postagem do Buzzfeed.

Vale lembrar que no dia da votação do primeiro turno, quando Jair Bolsonaro foi eleito para o segundo turno das eleições contra Fernando Haddad, Pabllo Vittar usou as redes sociais para reafirmar sua posição. “Nunca deixem de brilhar e no segundo já sabe! É 13 #pelosdireitosdetodos #haddad”, escreveu a drag queen no Instagram. Já no Prêmio Multishow deste ano, a cantora maranhense encerrou a apresentação do seu single “Problema Seu” com um grito de “ele não”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio