nego do borel
O funkeiro Nego do Borel (FOTO: Reprodução)

O funkeiro Nego do Borel foi processado em 2014 após dar um susto numa idosa. A ex-guia turística, Hilda de Brito Champoudry, alegou que foi constrangida pelo carioca e a senhora disse que acabou virando chacota na internet.

Hilda estava pedindo o valor de R$ 95 mil, por ter sido constrangida por Nego. Porém, em outubro de 2019, a idosa veio a falecer aos 62 anos, vítima de um câncer. E isso fez com que o caso acabasse sendo arquivado pela Justiça.

VEJA TAMBÉM: Vídeos sensuais de Anitta são publicados em site pornô

No processo movido pela idosa, a advogada da vítima, Marli dos Santos Loureiro, relatou que Hilda estava no aeroporto quando Nego apareceu usando um agasalho com capuz e se jogou em cima dela, como se fosse tombar contra ela, e saiu logo em seguida dando gargalhadas.