Injustiçado? Eduardo Costa diz sofrer preconceito por ser rico

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Parece que Eduardo Costa está vivendo uma fase difícil durante a pandemia do novo coronavírus. Após desabafar sobre problemas financeiros, o sertanejo enfrenta mais uma crise. De acordo com a jornalista Fabíola Reipert, ele foi impedido de vender sua luxuosa mansão e teve bens penhorados devido a irregularidades.

Recentemente, em uma entrevista ao Morning Show, da Jovem Pan, o músico diz sofrer preconceito por ser rico e bem sucedido. Segundo Eduardo, ele é “o combo perfeito” e que as pessoas tem uma visão errada dele.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

“A gente usa as armas que tem. Muita gente é preconceituosa. Eu não sou um cara desagradável, tenho um bom papo apesar de ter estudado apenas até o quarto ano. É preconceito da parte das pessoas acharem que só pego porque tenho dinheiro”, lamentou o cantor.

Eduardo Costa aproveitou para tentar se livrar da fama de machista: “Mulher gosta de homem inteligente e se ele vem acompanhado de uma situação financeira melhor, elas gostam, assim como nós homens gostamos também. Não sou um cara machista, sou completamente submisso às mulheres. Manda quem pode e obedece quem tem juízo”, disparou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio