bts
O septeto do BTS (FOTO: Reprodução)

Um internauta foi processado pela Big Hit Entertainment após fazer comentários maliciosos sobre o BTS.

Em nota, foi dito: “O tribunal sentenciou recentemente um autor de postagens maliciosas à pena máxima em tribunal, que a empresa processou em 3 ocasiões por difamação”.

“O perpetrador escreveu persistentemente postagens maliciosas e foi multado num total de ₩4 milhões por três casos distintos no Distrito Leste de Seul em 30 de julho e 1 de setembro de 2020. Um deles em particular é uma multa de ₩2 milhões, a maior penalidade no tribunal por desacato”.

VEJA TAMBÉM: Por um futuro melhor, Sia lança nova música; ouça ‘Courage to Change’

Avaliando a possibilidade do autor continuar difamando o BTS, foi estipulado: “Se o ato criminoso continuar mesmo após a sentença final, a empresa planeja entrar com uma ação civil de indenização e não haverá acordo ou leniência”.

“Observe que as postagens que levam a investigação policial levianamente ou divulgam informações falsas sobre a queixa também estão sendo apresentada ao tribunal como prova adicional para punições mais severas”.

Recentemente, o grupo se tornou o mais comentado no Twitter no Brasil. O país aparece na sexta colocação entre os que que mais falam sobre K-pop ao redor do mundo, ficando atrás apenas de Tailândia, Coreia do Sul, Indonésia, Filipinas e Estados Unidos. BTS (bts_twt) é o grupo que vem sendo mais comentado – banda também destaque em quase todos os outros países. Eles foram os mais citados ao longo do ano, seguidos por BLACKPINK (BLACKPINK) e GOT7 (GOT7Official).