Irmã de Britney Spears é a única familiar que não recebe salário da estrela

Publicado em 6/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As polêmicas envolvendo a tutela de Britney Spears estão longe de acabar e, aos poucos, surgem novas informações sobre o caso. Recentemente, foi revelado que Jamie Lynn, a irmã mais nova da cantora, é a única integrante da família que não recebe um salário do ícone pop.

O New York Times relatou que o pai de Britney, Jamie, 68, leva para casa 16.000 dólares por mês, além de 2.000 mensais para aluguel de escritórios por ser o co-conservador das finanças de sua filha.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Não foi relatado o quanto a mãe de Britney, Lynne, 66, e o irmão Bryan, 44, recebem da estrela, no entanto, o relatório investigativo publicado pela revista The New Yorker, no último sábado (3), revela que o salário já causou tensão entre a cantora e seus familiares.

“Jamie, Lynne e o irmão de Spears, Bryan, passaram anos na folha de pagamento de Spears e, segundo amigos que falaram com ela na época, ela estava cada vez mais ressentida com as tentativas deles de influenciá-la’, diz fonte ao The New Yorker.

Britney Spears e Jamie Lynn (FOTO: Reprodução)

Embora ela não receba salário, a ex-estrela de Zoey 101 ainda tem envolvimento nos assuntos financeiros de Britney. Em agosto passado, foi revelado que Jamie Lynn foi nomeada  responsável pelo fundo que detém a fortuna milionária pertencente à Britney.

A atriz foi nomeada como administradora da conta “SJB Revocable Trust”, criada pela cantora em 2004 para proteger sua fortuna e garantir segurança financeira para seus filhos no futuro.

A voz de Gimme More é a única beneficiária do fundo, mas em caso de falecimento, a irmã será responsável por distribuir seu dinheiro para seus filhos.

Em documentos judiciais de agosto de 2020, Jamie Lynn solicitou que todos os ativos do fundo fossem transferidos para ‘uma ou mais contas da Fidelity Brokerage Services com ela como tutora’, de acordo com o LA Times .

Irmã de Britney Spears revela que filhas estão sendo ameaçadas de morte

O depoimento chocante de Britney Spears em frente ao tribunal deixou muitos fãs revoltados. Agora, Jamie Lynn Spears teme por sua vida e de suas filhas.

A atriz revelou que tem recebido ameaças de morte nas redes sociais. Ela diz que suas filhas, Briann Aldridge, de 13 anos, e Ivey Joan Watson, de 3 anos, também foram ameaçados. “Eu respeito que todos têm o direito de se expressar, mas podemos parar com as ameaças de morte, especialmente as ameaças de morte a crianças, por favor”, escreveu no Instagram.

(FOTO: Reprodução/Instagram)

Fãs querem tirar irmã da Britney Spears de série da Netflix

Após depoimento perturbador de Britney Spears em audiência sobre tutela, fãs da estrela estão se movimentando para tirar a irmã dela, Jamie Lynn Spears, da segunda temporada da série “Sweet Magnolias”, da Netflix.

Diante do tribunal, no último dia 23, Britney fez revelações perturbadoras, como o fato de ser obrigada a permanecer usando DIU para não engravidar, além de ter sido dopada com lítio durante anos. A cantora quer a família por tudo o que passou durante todos esses anos.

Fãs acreditam que Britney também se referia à irmã quando falou sobre sua família no depoimento. Além disso, eles criticam Jamie Lynn por não apoiar o movimento #FreeBritney publicamente.

Então, internautas criaram uma petição para que a atriz seja removida da série da Netflix. “Jamie Lynn Spears fez parte da tutela repugnante e desumanizante de sua irmã Britney Spears”, diz o texto no site Change.org.

“Aprendemos a verdade e como Jamie Lynn é tão corrupta e responsável, quanto as pessoas que colocaram sua irmã naquela tutela. Ela vive do dinheiro suado de sua irmã, sua irmã nem mesmo tem acesso ao seu próprio dinheiro, mas Jamie Lynn e o resto da família Spears têm. Remova Jamie Lynn imediatamente!!!”, explica a petição. O documento já ultrapassa 6.000 assinaturas.

Irmã de Britney Spears rebate críticas por ter ficado em silêncio

A irmã de Britney Spears, Jamie Lynn, fez diversos Stories em seu Instagam nesta segunda-feira (28), onde fez questão de rebater as críticas que recebeu dos fãs da irmã, por não apoiar o movimento #FreeBritney publicamente.

Nos Stories, Jamie Lynn, diz que na verdade, ela apoia Britney muito antes do movimento #FreeBritney existir. “Tenho muito orgulho dela por usar sua voz. Estou muito orgulhosa por pedir mudanças. Eu falei para ela fazer isso anos atrás, não em uma plataforma pública mas em uma conversa pessoal entre duas irmãs”, disse.

(FOTO: Reprodução Monet)

A irmã de Britney ainda disse que nunca falou sobre o assunto publicamente, porque achava que sua irmã deveria fazer isso primeiro. “Acho que é muito claro que, desde que nasci, eu sempre adorei e apoiei minha irmã. Ela é minha irmã mais velha, antes de tudo”, disse.

“Eu não ligo se ela quer fugir para a floresta e ter um zilhão de bebês no meio do nada ou se ela quer voltar e dominar o mundo da maneira que já fez tantas vezes antes. Eu não tenho nada a ganhar ou perder de qualquer forma. Essa situação não me afeta de nenhuma maneira, porque sou só sua irmã preocupada com sua felicidade”, Jamie Lynn disse.

“Eu fiz a escolha de só participar da vida dela como irmã. Talvez eu não a tenha apoiado publicamente do jeito que gostariam, com hashtag em uma plataforma. Mas eu apoiei minha irmã antes de ter uma hashtag e vou apoiar depois”, ela afirmou.

Irmã de Britney Spears é criticada por silêncio após depoimento chocante

Britney Spears falou diante de tribunal desde que abriu o processo legal para tirar seu pai, Jamie Spears, do cargo de conservador de seu patrimônio, em agosto do ano passado. Desde 2008, ele está encarregado da carreira e das finanças de sua filha.

Contudo, alguns internautas notaram que a irmã da artista, Jamie Lynn, ficou em silêncio. Com isso, os fãs da princesa do pop resolveram apelidá-la de “inimiga pública nº 2”.

Um seguidor escreveu: “Nunca entendi como ela podia sentar e ver isso ser feito com a irmã! O que Britney descreveu pode fazer qualquer um enlouquecer”. Outro acrescentou: “Sua família inteira precisa se arrepender e se acertar com Britney. Estão todos errados”. Após as críticas, Jamie Lynn desativou os comentários do Instagram.

Em audiência de tutela, Britney Spears diz que é forçada a usar DIU

Em seu depoimento, a estrela pop deu declarações chocantes e pediu o fim de sua tutela sem que ela tenha que ser avaliada. “Eu realmente acredito que essa tutela é abusiva”.

(FOTO: Reprodução/Twitter)

VEJA MAIS: Luísa Sonza acusa YouTube de boicotar novo clipe por ‘conteúdo explícito’

Britney falou que quer se casar novamente e ter filho, mas usa dispositivo intrauterino (DIU) que a impede de engravidar e não tem autorização para retirá-lo. “Tenho um DIU em meu corpo agora, que não me deixa ter um bebê e meus tutores não me deixam ir ao médico para retirá-lo.”

“É desmoralizante tudo que passei. Nunca disse isso abertamente porque nunca pensei que alguém fosse acreditar em mim. Só quero minha vida de volta”, declarou.

A cantora também revelou que vivia dopada por lítio “Tiraram meus mesmos medicamentos por 5 anos e me colocaram no lítio, é uma droga muito forte, era como se eu estivesse bêbada”. E desabafou: “Não estou feliz, não consigo dormir, estou deprimida, choro todos os dias”.

Britney Spears também revelou que não aparece na audiência, optando por se comunicar através dos advogados, porque não se sente ouvida. Ela diz que muito mudou desde a última vez que esteve no tribunal. “Não acho que fui ouvida em qualquer nível quando fui ao tribunal da última vez.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio