Irmão de Juliette, do BBB21, conta que ela já tentou ser cantora gospel

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No BBB21, a voz da maquiadora Juliette Freire roubou a cena durante a festa na última quarta-feira (10). Ela foi elogiada por Karol Conká, Rodolffo e Nego Di, que afirmou que ela é melhor que alguns profissionais que estão na casa.

Mas, o que os participantes do reality não sabem é que a paraibana tentou seguir carreira artística e até chegou a gravar músicas gospel, mas desistiu por falta de dinheiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao jornal EXTRA, Washington Feitoza, irmão de Juliette, revelou que o interesse dela pela música surgiu entre a adolescência e a fase adulta, quando ela passou a frequentar os cultos de uma igreja evangélica em Campina Grande, sua cidade natal.

(FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Naquela época, Juliette, que hoje tem 31 anos, gravou algumas músicas, mas o conteúdo se perdeu com o tempo, pois ela não teve como investir. “Ela sempre foi afinada, gravou umas músicas, mas deixou os cultos e voltou para o catolicismo”.

O jornal também conversou com Déborah Vidjinsky, amiga e responsável pelas redes sociais da sister. Ela afirmou que Juliette sempre gostou de cantar e pensou em ter carreira musical, mas era muito insegura: “Ela era um pouco insegura quanto a isso, porque, mesmo que se tenha uma boa voz e seja afinada, cantar é uma carreira que depende de várias coisas”.

Por fim, ela ainda revelou que Juliette é bastante eclética e gosta de ouvir MPB e músicas regionais. A amiga, inclusive, segue na torcida para que a BBB siga carreira na música. “Na verdade, eu acho que nem ela sabe a potência que tem. Nunca trabalhou a voz, não fez aula…Se ela fizer um trabalho de refinamento, tem muito a ganhar”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio