Irmão e sobrinha de Jimi Hendrix são condenados pelo uso de sobrenome

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após abrirem uma escola de música chamada “Hendrix Music Academy”, o irmão e a sobrinha de Jimi Hendrix foram condenados pela Justiça de Nova York.

Leon Hendrix e sua filha, Tina abriram uma escola de música gratuita sem nenhum fim lucrativo, mas mesmo assim foram condenados pela justiça a renomear o lugar e desvincular qualquer imagem da escola com o guitarrista, Jimi.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os direitos de uso das músicas, nome e imagem de Jimi Hendrix pertencem a empresas fundadas pelo pai do artista, mas após a morte de Al Hendrix em 1995, foi a filha adotiva dele quem ficou responsável pelas empresas.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Uma briga anterior sobre os direitos já havia acontecido. Leon foi processado e teve que pagar uma multa de US$ 402 mil ou R$1,3 milhão na época. Ele usava o sobrenome Hendrix para diversos produtos, desde consumíveis a eletrônicos.

Leon foi proibido de usar os nomes “Jimi Hendrix” Jimi” e “Hendrix”, seja em produtos, imagens, semelhanças ou assinaturas do guitarrista. E ao abrir a escola, ele violou a decisão, segundo a Justiça. Com isso, ele terá que pagar as despesas judiciais da outra parte e também foi alertado pelo juiz que ele não deveria cometer outras infrações.

Tina Hendrix disse que a disputa não é sobre dinheiro mas sobre “o direito de usar seu próprio sobrenome para fins de caridade” e confessou estar indignada que a justiça proíba alguém de usar o próprio sobrenome.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio