ivete sangalo
A cantora baiana Ivete Sangalo (FOTO: Reprodução)

Em entrevista ao jornalista Leo Dias, a cantora Ivete Sangalo abriu o jogo sobre as polêmicas envolvendo o Carnaval 2021 e revelou o que pensa sobre comemorações em meio à pandemia do novo coronavírus.

Ivete reforçou a importância do entretenimento na vida das pessoas e disse acreditar que o evento só deve ser liberado se houver vacina e garantia de imunidade para parte da população. “Esse tipo de evento só e viável com toda segurança. Para que toda segurança exista, a gente tem que seguir os protocolos, as ordens, nas listas de prioridade. O entretenimento é uma grande prioridade, não vivemos sem ele.

Mainha voltou! Fora do Carnaval de 2018, Ivete Sangalo retorna à folia  neste sábado - Jornal CORREIO | Notícias e opiniões que a Bahia quer saber
Foto: Reprodução

VEJA MAIS: Nego do Borel exibe carro de R$2,5 milhões e dispara: “Tô duro”

“[…] O que a gente não pode é tomar uma decisão que não dê para voltar atrás. Tem questão dentro dessas decisões em que mexemos na vida de outras pessoas. Nesse caso, a gente para, respira, raciocina, tentando achar caminhos. Tem que achar caminho, não pode dizer que não vai ter. Vamos torcer para que uma vacina exista, para que a população esteja o máximo imunizada. Temos que obedecer todas as estatísticas e a medicina”, desabafou a musa do Carnaval.

Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo marcaram as festividades para julho de 2021 e, ainda na entrevista, Ivete Sangalo afirmou que estará na folia se o público estiver tranquilo. “Acho que enlouqueceria se tivesse tomando uma decisão egocêntrica e egoísta. Jamais, Deus me livre”, completou.