Ivete Sangalo homenageia Paulo Gustavo e protesta contra mortes na pandemia

Sem citar nomes, a cantora fez um forte discurso e pediu mais empatia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ivete Sangalo agitou a tarde deste domingo com uma live especial de Dia das Mães. Durante a transmissão, a cantora prestou uma homenagem ao ator e humorista Paulo Gustavo, que faleceu na última terça-feira (4), aos 42 anos, vítima de covid-19.

Em um forte discurso, ela citou chacinas e falta de vacinas como causa da morte de muitos. Sem citar nomes, a cantora pediu por gestos de responsabilidade e empatia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Essa semana eu perdi um amigo muito especial muito querido. Eu amo muito Paulo Gustavo. Perdemos a presença dele. Ele fez a gente muito feliz, ele levou alegria para os nossos dias, mas o maior propósito foi aproximar uma nação inteira em um sentimento que invade a casa de muitos de nós, a dor da perda. Não se pode pensar nos filhos de alguém como número. Isso não dá. É muita falta de respeito.”, começou Ivete Sangalo.

“A pátria mãe Brasil perde muitos filhos em descasos, chacinas e sem vacinas. O que poderia ser mais impactante do que milhares de vidas perdidas? Quanto mais de tudo isso vai precisar acontecer para que haja gestos de responsabilidade e empatia? Porque, de uma vez por todas, não é favor, é direito. É um direito de cada um de nós”, continuou.

“Eu acredito no Brasil que aplaude e ri fervorosamente com seu ídolo Paulo Gustavo. Eu acredito no país da arte, da cultura, do esporte, do trabalho e do progresso. Eu acredito no país da maior floresta tropical do mundo e, acima de tudo, no país de gente decente e inteligente”, concluiu.

Confira:

VEJA MAIS: Cantora famosa já terminou namoro por causa de Katy Perry; Entenda!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio