ivete sangalo
A cantora baiana Ivete Sangalo (FOTO: Reprodução)

Quem vê Ivete Sangalo puxando trios elétricos durante o carnaval e aconselhando cantores no The Voice Brasil não imagina que a cantora já foi modelo ainda no começo da carreira artística. No fim da última semana, Ivete Sangalo surpreendeu os fãs ao publicar um vídeo antigo, sem data revelada, em que aparece numa passarela desfilando de biquíni com outras garotas.

Através de uma mensagem bem humorada postada na sua conta oficial no Instagram, Ivete Sangalo lembrou, com saudade, desta fase de sua vida. “Do tempo em que eu andava com todo charme e conseguia segurar um peido!”, escreveu na legenda do vídeo. Os seguidores da baiana entraram na brincadeira e tiraram sarro da fase de Ivete como modelo: “Os topete padrão galo de campina…”, “Ainda bem que é cantora”, “Ela é palhacita” foram alguns dos comentários dos internautas.

VEJA TAMBÉM: Garotas do Little Mix foram aconselhadas a paquerar homens importantes

Confira o vídeo abaixo:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

#tbt do tempo que eu andava com todo charme e conseguia segurar um peido! #tempobom #segurapeido #modeloemanequim @ianarabelfor ❤️

Uma publicação compartilhada por Veveta (@ivetesangalo) em

Ivete Sangalo explica a razão de fazer músicas em parceria

A noite de terça-feira e a madrugada de quarta-feira (26) foram bem movimentadas para Ivete Sangalo: da semifinal ao vivo do ‘The Voice Brasil’, ela foi de helicóptero para a 25ª edição do ‘Prêmio Multishow’, onde ganhou um troféu de melhor cantora.

Os trabalhos mais recentes da cantora baiana são ‘Um Sinal’, em parceria com a banda Melim; e ‘Ioiô’, que contou com a participação de Dilsinho. Em entrevista rápida para o site POPline, Ivete explicou o porquê de gostar desse tipo de trabalho na música:

“O que conta é o talento destas pessoas, de poder usufruir do encontro que nos foi proporcionado. Acho que é importante fazer colaborações com artistas que estão começando agora porque eu aprendo muita coisa. O legado do encontro é o mais importante. Independentemente se isso está sendo feito com um artista já consagrado ou com quem está chegando. A impressão do sucesso vem muito mais de um olhar do público. Os encontros são necessários para alimentar o que a gente gosta de fazer que é música”.