Jennifer Lopez é criticada por usar luxuoso casaco feito com 40 mil penas de animais

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Jennifer Lopez finalizou sua apresentação no Super Bowl ostentando um casaco de penas coloridas que formavam a bandeira de Porto-Rico, o país de origem de seus familiares. O figurino foi encarado como um posicionamento artístico da popstar em defesa da comunidade latina, mas vem sendo criticado pela ONG de defesa dos animais PETA. O casaco trazia milhares de penas animais.

Esta bandeira poderia ter acontecido sem matar pássaros. Dezenas de pássaros foram mortos para esta performance no Super Bowl”, tuitou a organização PETA publicando uma foto com corpos de aves tendo suas penas retiradas em uma linha de montagem fabril. Esta não é a primeira vez que a organização critica e tenta conscientizar Jennifer Lopez. A cantora que vive ostentando luxosos figurinos é conhecida por ser adepta do uso de casacos de pele animal.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com uma postagem no Instagram de uma das estilistas da cantora, Mariel Haenn, a pela usada por Lopez foi feita sob medida pela luxuosa grife Versace e contou com nada menos que 40.000 penas vermelhas, azuis e brancas “todas costuradas individualmente”.

VEJA TAMBÉM: Irmã gêmea? Garota idêntica à Anitta viraliza na web e ganha milhares de seguidores

A conta oficial do Instagram da Versace também escreveu: “A faixa monumental mostra as estrelas e as listras dos Estados Unidos da América, de um lado, e a bandeira de Porto Rico, do outro. Todas as penas usadas para a bandeira são de origem ética”.

“Origem ética” se refere quando as penas utilizadas são utilizadas após caírem dos animais. Porém, tal prática é condenada por diversas ONGs veganas, já que algumas penas usadas na confecção das roupas não caem simplesmente dos corpos dos animais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio