A cantora Joelma e Ximbinha (FOTO: Reprodução)

Joelma e Ximbinha ficaram famosos pela banda Calypso, no entanto os dois estão enfrentando mais um capítulo da separação que ocorreu em 2015. Os dois viveram casados por 18 anos e desde que assinaram os papéis do divórcio na 10ª Vara da Família, vem enfrentando uma disputa de bens milionária na justiça.

Após cinco anos de separados, o ciclo ainda não foi encerrado e os bens do ex-casal, avaliados em R$ 70 milhões, não foram divididos, é que revela a coluna do Léo Dias. O ex-casal são donos de uma série de investimentos no Pará, em Pernambuco e em São Paulo, entre imóveis, a sede do escritório artístico e bens como carros e ônibus. Além disso, a cantora precisou chegar a um acordo com o ex para viver na mansão onde mora atualmente, em Alphaville, já que o local pertence aos dois.

joelma
A cantora paraense Joelma (FOTO: Reprodução)

Antes, com os bens presos, já que o processo de partilha ainda corre em juízo, Joelma precisou alugar uma casa em Goiânia. Ainda, segundo a coluna, a assessoria da cantora revelou que a divisão de bens tinha previsão para chegar ao fim entre fevereiro e março deste ano. Mas, com início da pandemia, tudo mudou, impossibilitando a resolução do caso. Agora, o processo voltou e tudo indica que seja concluído até novembro.

LEIA TAMBÉM: Ivete Sangalo “expulsa” filho de live e canta com marido

A banda Calypso renderam a Joelma e Ximbinha uma grande fortuna e reconhecimento. Ainda em 2015, os dois fizeram um show em Salvador com mais 100 mil pessoas, garantindo uma renda total de R$ 1,6 milhão só com a venda de ingressos.

Joelma ainda continua fazendo sucesso como cantora. No entanto, Ximbinha não conseguiu emplacar com o projeto, a X-Calypso. Após a separação, houve uma briga na Justiça pelo uso da palavra Calypso. Ao fim, nenhum dos dois foi autorizado a continuar usando o nome.