iza
A cantora carioca IZA (FOTO: Reprodução)

As cantoras Iza e Mc Rebecca criticaram o Estado do Rio de Janeiro após a morte de um jovem negro, de 14 anos, dentro de casa, na comunidade do Salgueiro, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. 

João Pedro estava no quintal, brincando com os primos, quando foi baleado, na segunda-feira (18). Seu corpo foi levado por policiais sem autorização e presença dos pais e só foi encontrado nesta terça-feira (19), no IML.

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

O jovem foi morto durante uma operação conjunta da Polícia Federal, com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, na noite de segunda-feira (18). A família do adolescente João Pedro Mattos Pinto estava sem notícias dele até a manhã desta terça-feira (19), quando foi informada da morte. De acordo com relatos de parentes ao portal G1, a polícia invadiu a casa e os policiais atiraram a esmo.

Um dos presentes na hora da ação teria gritado que só havia crianças na residência, deitadas no chão e com as mãos para cima. Segundo informações da Polícia Civil, João Pedro Mattos Pinto foi atingido durante um confronto na comunidade enquanto policiais federais e civis atuavam na região. O jovem foi levado da casa de helicóptero. Os parentes afirmam que ele foi levado na aeronave sem que qualquer pessoa pudesse acompanhá-lo, tampouco sem saber para aonde. De acordo com o Corpo de Bombeiros, agentes prestaram atendimento mas João Pedro não resistiu aos ferimentos. O corpo foi encaminhado para o IML de São Gonçalo.

Iza usou sua rede no Instagram para fazer uma homenagem a João Pedro, onde escreveu: “acordei com essa notícia horrível. Que tristeza. Que dor. Até quando isso, meu Deus?”.

Mc Rebecca também se manifestou escrevendo: “João Pedro de 14 anos estava dentro de casa e foi baleado brincando no quintal com seus primos. E seu corpo foi levado por policiais sem autorização e presença dos pais, seu corpo foi encontrado hoje no IML, o isolamento social recomendado para a população durante essa pandemia não é obstáculo para o projeto genocida do Estado contra a população negra! Mais um jovem negro vítima de uma operação policial!”

A funkeira também se manifestou em seu Twitter, acompanhe abaixo: