tekashi 69
O rapper norte-americano Tekashi 6ix9ine (FOTO: Divulgação)

O antigo caso criminal de 6ix9ine, no qual ele se confessou culpado por abusar sexualmente de uma criança, voltou para assombrá-lo, isso porque agora a jovem que estava na vídeo resolveu processá-lo.

De acordo com documentos legais obtidos pelo TMZ , a mulher, identificada como Jane Doe, está processando o rapper por supostamente abusar dela sexualmente em uma festa em 2015, quando ela tinha apenas 13 anos.

Jane Doe afirma que, além de ser menor de idade na época, ela estava sob a influência de drogas e álcool e foi incapaz de consentir, pois 6ix9ine e outro adulto, Tay Milly, a estupraram e gravam, chegando a publicar na web.

VEJA TAMBÉM: Satanás? Youtuber diz que Gusttavo Lima teria feito pacto com o diabo

De acordo com os documentos, o primeiro vídeo apresentava Doe fazendo sexo oral em Tay Milly enquanto Tekashi fazia estocadas pélvicas atrás dela e batia em sua bunda. O segundo vídeo supostamente apresentava a garota sentada no colo de 6ix9ine sem um sutiã e calcinha, e no terceiro, ela afirma que estava deitada nua em seus colos enquanto Milly a apalpava.

Jane Doe está processando 6ix9ine e Tay Milly por agressão sexual infantil, abuso sexual infantil e imposição de sofrimento emocional.

Vale ressaltar que Tekashi fez um acordo judicial no caso criminal em outubro de 2018, no qual ele admitiu ter participado da produção e disseminação de um videoclipe apresentando um vídeo sexual de uma garota de 13 anos e foi condenado a 4 anos de liberdade condicional.

Em uma entrevista recente ao NY Times, o rapper afirmou que foi pego no lugar errado na hora errada. Ele pareceu minimizar seu crime também, acrescentando: “Eu tinha 18 anos na época. Sou esse tipo de Jeffrey Epstein de 40 anos?”