Juíza decide que pai de Britney Spears continuará como seu co-tutor

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A batalha judicial pela tutela de Britney Spears acaba de ganhar mais um capítulo. Em uma nova audiência, que aconteceu nesta quinta-feira (11), a equipe jurídica da estrela solicitou que empresa Bessemer Trust Company se tornasse a única responsável por seus assuntos comerciais, tirando o pai dela, Jamie Spears, da condição de co-tutor de Britney.

No entanto, de acordo com o TMZ, a juíza Brenda Penny negou a proposta e o pai de Britney permanecerá como co-tutor de seus espólios.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Britney e Jamie Spears (FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Drake fará pausa na carreira por motivos de saúde e cirurgia

A equipe jurídica de Britney já havia apresentado documentos indicando que ela não voltará aos palcos até que seu pai deixe de ser co-tutor. Depois disso, segundo rumores, a relação entre Britney e o seu pai se deteriorou.

A decisão acontece em meio a repercussão do polêmico documentário do New York TimesFraming Britney Spears, que trouxe à tona discussões sobre o direito da cantora ter controle sobre sua própria vida.

O documentário, que foi ao ar na última sexta-feira (5), explorou o lado polêmico da fama de Britney, desde sua ascensão como uma estrela de infância até seu colapso em 2007 e a controversa tutela de seu pai por 13 anos, o que ocasionou o movimento #FreeBritney.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio