Juliette conta o que fez com o prêmio de R$ 1,5 milhão do ‘BBB21’

Publicado em 28/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Queridinha do Brasil, Juliette Freire se prepara para o lançamento de sua série documental do Globoplay. Em entrevista ao “Fantástico” deste domingo (27), a campeã do BBB21 contou que o projeto se chamará “Você Nunca Esteve Sozinha”, uma frase que Tiago Leifert disse ao anunciar anunciar a vitória dela no programa.

Com estreia marcada para a próxima terça-feira, dia 29 de junho, a série mostrará em seis episódios a reta final do BBB e os bastidores das lives e comerciais publicitários estrelados pela paraibana.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu tô com o documentário 24 horas comigo, tem todo o trabalho, toda a equipe [trabalhando comigo]. O público vai conhecer a minha vida, de onde eu vim, porque eu sou assim e o que eu quero fazer”, adiantou ela. 

Questionada se consegue explicar por que é um fenômeno, Juliette disse que não tem motivo específico. “É uma soma de fatores. Eu sou um meme ambulante, mas acho que as pessoas se identificaram com minha vulnerabilidade. Minhas bases são muito reais, foi o que vivi e aprendi, mas estou aprendendo muito ainda”, declarou.

Na entrevista, Juliette contou que ainda não gastou nenhum centavo do dinheiro que ganhou no BBB. “Nada. Não gastei R$ 1 ainda”.

Juliette faz homenagem ao Nordeste em live de Xand Avião

Juliette Freire participou de mais uma live especial de São João, na noite do último sábado (26). Desta vez, a campeã do BBB21 subiu ao palco com Xand Avião.

A paraibana abriu a apresentação ao vivo com uma emocionante homenagem ao Nordeste e ao povo nordestino. Ela cantou “Luar do Sertão”, de João Pernambuco, e logo depois leu um texto com citações de Patativa do Assaré e Bráulio Bessa.

“Nunca diga nordestino que Deus lhe deu um destino causador de padecer. A gente é da terra mais bonita, de Gonzagão, Patativa, da mesa farta para receber visita. Que do sertão ao litoral pode até ter outra igual, mas mais bonita eu tô pra ver. É onde o luar chega mais perto da terra e não precisa ser São João pra gente honrar um pé de serra. Quanto mais eu falo dessa terra, mais eu tenho pra dizer. Como disse com sabedoria o poeta Bessa, muito obrigada ao destino, quanto mais sou nordestino, mais tenho orgulho de ser. Viva o São João, viva o Nordeste. Viva ao Brasil”, falou Juliette.

Assista ao show completo:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio