Justiça impede empresa de abandonar comando da fortuna de Britney Spears

Publicado em 3/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A juíza Brenda Penny negou um pedido formal da empresa Bessemer Trust que pretendia deixar de administrar a tutela da cantora Britney Spears. A companhia compartilha a tutela de bens da artista com o pai dela, Jamie Spears.

O pedido da empresa de gerenciamento financeiro foi feito depois do depoimento de Britney, que inclui revelações bastante delicadas, como a de que ela é obrigada a tomar remédios, permanece em cárcere privado e é proibida de retirar um DIU (ficando impossibilitada de engravidar). 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Bessemer também explicou que, mesmo oficialmente ainda estando no posto de co-tutora desde novembro de 2020, ainda não havia tomado nenhuma decisão em nome de Britney Spears. O pedido formal da Bessemer foi negado pela juíza e publicado na web, com um novo depoimento em tribunal agendado para o dia 14 de julho.

A Justiça estadunidense, contudo, declarou que Jamie Spears sigará como o responsável pela tutela de Britney. O patriarca, que possuía a tutela íntegra até 2020, ainda segue como tutor parcial, após rejeição do pedido da cantora de tirar seu pai do cargo. As informações são do site TMZ.

Fundo de investimento desiste de administrar fortuna de Britney Spears

A instituição financeira recentemente colocada como co-tutora ao lado do pai Jamie Spears, de Britney Spears, está agora se retirando de sua tutela em meio a polêmica.

O Bessemer Trust “decidiu que não quer se envolver porque ficou envergonhado com toda a polêmica em torno da tutela”, disse por meio do relatório. A instituição ainda revelou que sente que a situação se tornou um “ninho de vespas”, de acordo com a fonte, e, portanto, está recuando. Eles também não querem lidar com o pai dela.

Como resultado, Jamie permanecerá o único tutor de sua propriedade. Vale ressaltar que nesta quarta-feira (30), um juiz negou um pedido de 2020 para suspender Jamie da tutela da propriedade.

No início da semana, houve relatos de que o advogado de Britney Spears está se preparando para entrar com uma petição para encerrar a tutela, mas ela ainda não foi arquivada.

VEJA MAIS: RICA! Luísa Sonza revela que novo clipe custou R$ 1 milhão

Iggy Azalea conta como foi trabalhar com o pai de Britney Spears

As perturbadoras declarações de Britney Spears em audiência sobre sua tutela seguem repercutindo no mundo inteiro. A rapper australiana Iggy Azalea, que já havia declarado seu apoio à cantora, resolveu abrir o jogo e contar como foi trabalhar com o pai e tutor da Princesinha do Pop.

Em relato publicado nas redes sociais, Iggy defendeu que o pai de Britney deve ser removido do cargo de tutor, mostrando como ele é controlador e abusivo em relação à carreira e vida pessoal da estrela.

“É de básica decência humana ao menos remover de sua vida uma pessoa que Britney identificou como abusiva. Isso deveria ser ilegal.

Durante o período que trabalhamos juntas em 2015, eu pessoalmente presenciei o mesmo comportamento que Britney detalhou semana passada em relação ao seu pai e eu quero apenas apoiá-la e dizer ao mundo que: ela não está exagerando ou mentindo.

Eu a vi ser impedida até das coisas mais bizarras e triviais: tipo quantos refrigerantes ela é permitida beber. Por que isso é ao menos necessário?

O pai dela esperou convenientemente até, literalmente, momentos antes de nossa performance no Billboard Music Awards quando eu estava nos bastidores no camarim e me disse que se eu não assinasse um Acorde de Confidencialidade ele não iria me deixar subir no palco.

A forma que ele usou para me fazer assinar um contrato, soou similar às táticas que Britney falou sobre na semana passada referente ao seu show de Las Vegas.

Parece que Jamie Spears tem o hábito de fazer as pessoas assinar documentos sob coação, e Britney Spears não deveria ser forçada a coexistir com esse homem quando ela deixou claro que está impactando negativamente sua saúde mental.

Isso não está nada certo.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio