Justiça nega pedido de Britney Spears para retirar pai da sua tutela

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo publicado pelo BBC, um tribunal dos EUA rejeitou uma tentativa de Britney Spears, de remover seu pai como tutor de seu patrimônio. Jamie Spears é o tutor legal de sua filha há 12 anos, devido a preocupações com sua saúde mental.

O advogado de Spears disse que a estrela pop estava “com medo” dele e que ela não atuaria enquanto ele permanecesse no papel. O advogado de seu pai argumentou que sempre agiu no melhor interesse de sua filha. Um juiz disse que consideraria recursos futuros para sua demissão ou remoção definitiva.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Áudios de Anitta sobre Iggy Azalea, Preta Gil, Ludmilla e Simaria vazam na web

(FOTO: Reprodussão)

Nesse ínterim, a pedido de Spears, a empresa financeira Bessemer Trust foi nomeada co-tutora. Durante uma audiência na terça-feira, o advogado de Britney Spears, Samuel Ingham, disse que ela e seu pai não têm uma “relação de trabalho viável” e não se falam há “muito tempo“.

Mas Vivian Thoreen, a advogada de Jamie Spears, argumentou que a razão de eles não terem se falado foi porque Ingham aconselhou Spears contra isso.

Thoreen também defendeu o histórico de Spears como tutor. Quando ele assumiu o cargo, a Sra. Spears lutava contra dezenas de milhões de dólares em ações judiciais. Mas sob sua orientação, a Sra. Thoreen disse que sua operação comercial agora vale US $ 60 milhões (R$ 323 milhões).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio