Justiça proíbe MC Maylon de citar Anderson do Molejo nas redes

Publicado em 25/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Tribunal de Justiça do Rio determinou, em caráter liminar, a proibição de Maycon Douglas Pinto do Nascimento Adão, conhecido como MC Maylon, citar Anderson Leonardo, vocalista do grupo Molejo, em publicações na web, sob pena de multa. O MC alegou ter sofrido abuso sexual do cantor, fato que foi negado por ele na época em que o caso foi à tona. As informações são do EXTRA.

“Que as partes, autor e réu, se abstenham de fazer novas publicações sobre o fato até o julgamento final da presente demanda, sob pena de multa de R$ 1.000 para cada conteúdo divulgado e de retirada da página pessoal do Facebook, Instagram, enfim, toda e qualquer forma de mídia”, consta de um trecho da decisão da magistrada Ana Paula Azevedo Gomes.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Justiça atendeu a um pedido feito por Anderson. Isso depois do MC ser convidado a participar de um reality show. No documento, a juíza argumenta que, sobre a denúncia de estupro, “a publicidade repercutiu negavitamente para o autor”, ou seja, o vocalista do Molejo. O artista alegou que a repercussão causou-lhe prejuízos, com um contrato que chegou a ser rescindido, em decorrência das alegações de Maylon.

“Ainda, sem qualquer conclusão em relação à materialidade do crime, o réu foi convidado a participar de um reality show, o que faz com que o autor sinta sua imagem em risco, já que se presume a sua inocência. E, então, é de se pesar o direito da suposta vítima de um crime de violência sexual, de relatar sua dor, seu sofrimento, e o direito daquele que se diz inocente, de ter, não apenas a sua vida pessoal, mas sua carreira afetada pela denúncia”, diz ainda o documento.

A juíza determinou que o responsável pelo programa que Maylon participará seja intimado para que tome ciência do que fora decidido. Caso não seja cumprida a decisão, a pena será a exclusão dele do programa. Determinou ainda que o Google seja intimado, “para que bloqueie os conteúdos até então expostos, bem como novas postagens sobre o fato, sobe pena de multa diária de R$ 5.000”.

Um dos advogados que representa Anderson, Eduardo Mello, comentou a decisão: “(Anderson) ficou muito feliz e satisfeito com a prestação de serviços jurídicos e toda atenção que demos para o caso. Não medimos esforços em colher todas as provas necessárias para pleitear a liminar em juízo.”

No Instagram, o cantor também comemorou:

VEJA TAMBÉM: Assim como Billie Eilish, veja 10 cantoras que chocaram ao mostrar seus “corpos reais”

MC Maylon ironiza suposto estupro de Anderson do Molejo em nova música

MC Maylon, o jovem de 22 anos que denunciou Anderson do Molejo por estupro, lançou uma música ironizando o episódio. Intitulada “Moça”, a faixa é uma parceria com Rafael Roc.

“A ideia é levar as duas coisas: o bom humor e a ironia. Se não for para causar, eu nem saio de casa”, disse o MC em conversa com o jornal Extra.

Maylon celebrou o sucesso da faixa: “A música foi escrita pelo Rafael Roc, para o Anderson e para mim também. Está bombando. Tem muita gente falando disso, tem até amigos do Anderson que já viram”.

No vídeo de “Moça”, Maylon surge de lingerie vermelha e dança ao lado de outras moças, além do próprio compositor da letra. O jovem intercala os vocais (“Ai, sou moça”, repete diversas vezes) com os versos entoados por Rafael Roc.

(FOTO: Reprodução)

Sobre planos para o futuro, o MC revelou que em breve irá lançar outro trabalho, que deverá ser intitulado de “abusada”, mais uma vez fazendo uma referência ao vocalista do grupo Molejo. “Abusada no sentido de ter tido coragem de falar dos abusos do Anderson. Porque muitas iriam preferir se calar [na mesma situação]”, explicou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio