Justin Bieber abre o jogo sobre sua saúde emocional: “A felicidade pode ir e vir”

Cantor lançou o álbum "Justice" no último dia 19 de março

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para divulgar “Justice”, seu mais novo álbum, Justin Bieber participou do evento virtual iHeartRadio Album Release Party, que foi ao ar nesta quinta-feira (25). Durante o bate-papo, previamente gravado, o cantor foi questionado se está em seu melhor momento emocional.

Espero que sim“, declarou Justin. “Sinto-me muito mais seguro do que no passado, o que é bom. Estou com uma boa vida em casa e sinto-me bem”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cantor revelou que batalha diariamente para se manter feliz:  “A felicidade pode ir e vir e, obviamente, as pessoas sabem que minha fé é muito importante para mim, e tenho lutado muito para saber onde me encaixo e onde pertenço, e tenho lutado contra isso com apenas o que eu acredito“, disse Justin Bieber.

E continuou: “Então eu acho que, neste ponto da minha vida, sinto que tenho uma base muito forte de quem eu sou e acredito que Deus é, e acho que isso me ajudou a navegar neste desafio vida que todos vivemos”.

Justice é um álbum engajado socialmente

Ao revelar a capa do projeto, Justin Bieber publicou um longo texto redes sociais para explicando o conceito por trás do álbum.

“Em uma época em que há tanta coisa errada com esse planeta destruído, nós todos buscamos cura e justiça para a humanidade. Criando este álbum, meu objetivo é fazer música que vai oferecer conforto, músicas com as quais as pessoas possam se conectar e se sentir menos sozinhas.”

“Sofrimento, injustiça e dor podem deixar as pessoas sem esperança. Música é uma ótima maneira de lembrarmos uns aos outros que não estamos sozinhos. Música pode ser um jeito de nos identificamos e nos conectarmos uns com os outros.”

Capa do álbum “Justice” (FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Mulher de Lucas Lucco se pronuncia após dar à luz: “Mágico e cansativo”

“Eu sei que eu não posso simplesmente resolver a injustiça fazendo música, mas eu sei que se todos fizermos nossa parte usando nossos dons para ajudar o planeta e aos outros, vamos ficar mais perto de ficarmos unidos. “

“Esse sou eu fazendo minha pequena parte. Minha parte. Eu quero continuar a conversa sobre o que é a justiça para que a gente continue a se curar”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio