Justin-Bieber
O cantor canadense Justin Bieber (FOTO: Reprodução)

Justin Bieber faz parte do grupo de artistas que criticam Donald Trump e protestam contra o racismo nos Estados Unidos.

Seu posicionamento, no entanto, não agradou a todos seus fãs. Alguns seguidores republicanos não gostaram dos recentes posts do cantor. Uma mulher branca o criticou por incentivar que as pessoas pretas continuem votando nos democratas. A resposta dele? “Que tal você se f****?

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

@katt76: Sim! Trump 2020! Estou chocada com você, Justin! Você é cristão antes de tudo. A paz só vem de Deus. Paz não é algo que está perdido, é sobre o direito de Deus para com as pessoas. Só podemos ter paz quando nos confessarmos e consertarmos nossos pecados com Deus. A paz é um direito. Pare de usar sua plataforma para perpetuar que negros votem nos democratas! Você não entende! Você deveria ir até sua Bíblia e olhar o que Deus fala sobre paz.

@justinbieber: Que tal você se fo***?

Justin Bieber deu uma entrevista ao canal CNN, e disse se envergonhar por não ter dado a atenção necessária ao caso de George Floyd desde o início. George Floyd é um homem afro-americano que foi assassinado por um policial branco por asfixia na semana passada. O caso deu origem ao movimento #BlackLivesMatter e uma série de protestos antirracistas nos Estados Unidos e no mundo.

O cantor tem feito vários posts para conscientizar os milhões de seguidores sobre o movimento antirracista. Mais consciente, Justin Bieber escreveu frases como “todas as vidas não importam até que as vidas negras importem” e “não-racista, agora é hora de ser vocalmente antirracista”. Ele também pediu para que as pessoas tenham o voto consciente nas próximas eleições.